domingo, 15 de março de 2015

Japão é o país que não dá segunda chance para quem errou!?

  Ao caro leitor

  Hoje eu gostaria de lhe apresentar um blog escrito por ex-condenado japonês.

   Eu achei os temas abordados muito interessantes.Portanto,eu gostaria de compartilhá-las com vocês.


  O autor não revelou seu nome verdadeiro e ele usa apelido Inoshishi ( Javali, 猪 ) no blog neste momento.

   Pelo que eu entendi, Inoshishi decidiu começar blog por causa de duas razões a seguir.

  • Tirar preconceitos contra presidiários revelando coisas relevantes baseado na sua própria experiência dentro da prisão.
  • Mostrar que até ex-presidiário dá para recomeçar sua vida digna na sociedade, tanto para cidadão quanto para ex-presidiários, abrindo uma empresa em seu nome verdadeiro.

  Então, vamos ver os assuntos que eu achei interessantes.

  Antes de mais nada, Inoshishi confessou que ele mesmo tinha preconceitos contra presidiários e prisão antes de entrar na prisão.Porém, o que ele viu dentro não era o que ele imaginava.

  1. Os presidiários são pessoas violentas!?

  Por causa do seriado como Prison Break que trata de prisão, as pessoas comuns imaginam que a grande maioria dos presidiários é pessoa violenta.No entanto, segundo Inoshishi, o número de pessoas violentas nem passa de 10 % de todos os presidiários e ele nunca viu nenhuma briga dentro da prisão.Quase todos os presidiários tinham caras de cidadãs comuns aparentemente.

  2. Há muitos gays na prisão!?

  Segundo Inoshishi, isso é totalmente mentira.Pelo contrário, os presidiários falavam só sobre as mulheres dentro da prisão...

  3. O que a novela policial trata é bem diferente da realidade!?

  Normalmente o que a novela policial trata é só até a prisão do suspeito, omitindo vários processos só para espectadores compreenderem melhor o desenvolvimento da história.

  Na verdade, o processo no qual julga esse suspeito como criminoso e dar sentença final para quem cometeu crime é muito demorado.Talvez muitas pessoas saibam disso.

  Só que, depois que Inoshishi saiu da prisão, ele recebeu mesmas perguntas várias vezes das pessoas que estão maus entendidos ao respeito.

  Além desses três preconceitos citados acima, Inoshishi desabafou a dificuldade em arrumar emprego por parte de ex-presidiários após cumprimento da sua pena.

  Segundo Inoshishi, há até um sistema através do qual quem tem antecedência criminal ( Zenka, 前科 ) pode arrumar emprego no Japão.Entretanto, ele não conhece nenhum “colega” que conseguiu arrumar emprego através deste sistema.Então, para que existe essa sistema!?

  Para quem tem antecedência criminal,há duas maneiras de arrumar emprego.

  A primeira maneira é procurar emprego revelando sua antecedência criminal à empresa.

  A segunda maneira é procurar emprego sem revelar sua antecedência criminal à empresa.

  Ele tentou arrumar emprego de primeira maneira nas áreas onde faltam mão de obra.Mesmo tentando inúmeras empresas, infelizmente ele não conseguiu arrumar emprego de jeito nenhum.

  Então, para ex-presidiário conseguir arrumar emprego, ele precisa esconder sua antecedência criminal.E dizem que não mencionar sobre isso no currículo vitae não é ilegal.

  Contudo, caso consiga arrumar emprego desta maneira, ele precisará trabalhar sentido medo de demissão, pois alguma empresa determina proibição de contratação de quem tem antecedência criminal no estatuto.Ninguém gosta de viver assim,ne?

  Eu já escrevi no meu blog que o Japão é um país que não dá segunda chance para quem errou uma vez.

  O pior é que o que Inoshishi conta pra nos está comprovando isso mesmo.Então, imagine quanto difícil ex-presidiário como Inoshishi abrir uma empresa em seu nome!

 Por outro lado, o Brasil é um país que dá segunda chance para quem errou.

  Os políticos brasileiros são exemplos disso.

  Mesmo cometendo crimes, os políticos brasileiros podem recuperar elegibilidade depois que passar 8 anos!! E parece que está tentando diminuir este prazo de 8 anos para 3 anos no congresso...

  No Japão, o político que se envolveu no escândalo uma vez jamais será eleito,pois perde confiança dos eleitorados de uma vez.Aliás, mesmo que esse político se candidata de novo, ele não vai ser eleito....

  Ninguém é perfeito neste mundo.Então, eu sou favor de dar segunda chance para quem errou uma vez.Viver sentindo culpado pelo resto da vida é um sofrimento e tanto.

  Contudo, tudo depende do caso.Temos que analisar cada caso com muita calma,pois existe crime imperdoável.

  ;)


Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Anônimo disse...

Fora os criminosos de verdade, da até pena de velhinhos ou de pessoas que não se adequam a sociedade. Existe prisão feminina ou algo do tipo segurança máxima?

É verdade que o número de mendigos está crescendo? Aparentemente, parece que a sociedade japonesa passa por mudanças bem profundas

yuki takeuchi disse...

Existe prisão feminina ou algo do tipo segurança máxima, sim.
É verdade que o número de mendigos está crescendo, sim.
;)

Matheus disse...

Interessante. Imagino que seja reflexo da crise no Japão... Companhias importantes como a Sony estão perdendo muito lucro em vários segmentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics