domingo, 25 de setembro de 2011

Porque os brasileiros saem para ruas sem relógios!?

  Ao caro leitor

  “Você tem horas?”

  Quando eu acabei de chegar no Brasil há 13 anos e meio, muitos brasileiros me perguntavam horas nas ruas ( apesar de eu ter cara de estrangeiro....).

  Como eu ainda não sabia quase nada de português, demorava para eu responder.


  Depois de ter pensado muito, eu respondia assim.

  “São nove horas e quarenta e seis minutos”

  Aí muitos brasileiros foram embora sem me dar nennhuma palavra de agradecimento pelo meu esforço.

  Cada vez que eu passava pelas mesmas situações, eu me questionava : será que eu precisava respondê-la?

  Ao mesmo tempo, eu notei uma coisa nos hábitos brasileiros. Muitos deles andavam nas ruas sem relógios. Por isso mesmo, eles precisavam perguntar horas à alguém que tenha relógio de pulso no braço como eu.

  Será que brasileiros não pensam em sair com relógio para não precisar incomodar ninguém nas ruas? Porque eles saem para ruas sem relógios? Eles não têm compromissos e não se preocupam em chegar a tempo? Como é que pode viver sem saber horas???

  Eu jamais sairia de casa sem relógio. Se eu saísse sem relógio, eu retornaria ao meu apartamento para pegá-lo, pois eu me sentiria inseguro nas ruas mesmo que eu não tenha compromisso sério.

  Talvez essa mania seja fruto de hábitos adquiridos ao longo da minha vida...

  Muitos japoneses começam a usar relógio de pulso ao entrar na escola secundária, com a idade de 12, 13 anos. Como o ato de usar o relógio é considerado como um comportamento de adulto,  eu me sentia um pouco mais adulto quando começava a usar o relógio.

  Aliás, a grande maioria começa a usar relógio de pulso por obrigação ao frequentar ao colégio,  pois na ida e volta eles precisam utilizar transportes coletivos , que circulam entre as estações obedecendo horários definidos rigorosamente.

  Na nossa cultura, a pontualidade é cobrada rigorosamente pela sociedade. Chegar no tempo  considerado como um dever fácil de cumprir. Portanto, quem não consegue cumprir a pontualidade é considerado como uma pessoa com defeito.

  Há até colégios nos quais não deixa alunos atrasados entrarem na escola. Aliás, teve um caso no qual o aluno atrasado morreu porque ele foi trancado quando o professor fechou a portão.

  Não dá para acreditar,ne?

  Entretanto, a realidade é assim mesmo no Japão.

  Eu morava no interior de São Paulo durante primeiro três anos de estadia no Brasil. A associação de nipo-brasileira na qual eu trabalhava como professor de japonês realizava várias festas durante ano.

  Quando a festa estava programada para iniciar às 8 horas, eu ia ao local às 7:50, por exemplo, seguindo o costume japonês no início. No entanto, não tinha ninguém no local.

  Aí eu pensei que eu me enganei o horário da festa. Contudo, passando 8 horas, começaram a chegar pessoas pouco a pouco e finalmente a festa começou por volta das 9 horas!!

  O meu amigo brasileiro me deu uma dica seguinte.

  “Quando um evento está programado para tal horário, seria melhor ir ao local meia hora ou uma hora depois do horário marcado”

  Depois que comecei a aplicar esta dica no dia a dia, eu nem precisei esperar tanto no local de algum evento. Só que eu tive uma dúvida.

  Se já sabe que o evento vai poder começar com uma hora de atraso, porque não programaria o início do evento para às 9 horas desde início!??

  Você não concorda com isso??

  Outra coisa que eu estranhei muito foi o horário dos programas na TV.

  A novela das 9 no Globo nunca começou às 9 horas em ponto. O jornal também. O início do horário do programa sempre muda e nunca começa no horário determinado!!

  No Japão, todos os programas começam no horário determinado. Ou seja, o jornal das 9 horas começa exatamente às 9 horas, sem nem um segundo de atraso, e termina no horário determinado antecipadamente.

  Ao saber disso, eu fiquei surpreendido com essa diferença cultural .

  Cada país tem sua cultura, ne?

  Entretanto, não temos como um indivíduo mudar o costume ou cultura do outro país. Por isso, nós precisaremos nos adaptar à cultura do país onde nós residimos. Senão, nós sofremos muito no dia a dia.

  Não existe a superioridade ou a inferioridade em relação à cultura.

  Como eu já me acostumei com essa tolerância sobre horas aqui no Brasil, eu acredito que custaria para eu me adaptar à pontualidade máxima da cultura japonesa caso eu volte ao Japão.

  Eu já sou "Brasinês" ou "Japeiro" ( Japonês + Brasileiro).....risos

  Aliás, eu até acho que essa pontualidade rigorosa cobrado pela sociedade japonesa é demais, apesar de  admitir que há muitas vantagens nisso.

  5 minutos de atraso vai mudar nossa vida completamente???

  O extremo é sempre ruim. Nós precisamos procurar  o meio termo.

  ;)



Comentários
21 Comentários

21 comentários:

Marcelo F. disse...

Interessante esse post, Yuki. E eu concordo com você... aqui no Brasil muita gente é muito relaxada com relação a horários mesmo. Acho que seria melhor se fossem mais compromissados com isso tudo.
Outra coisa que é verdade é isso de marcar a 'festa' ou 'evento' para determinado horário mas só começar de fato meia ou uma hora depois. Não faz muito sentido mesmo!

Mas enfim, essa é a cultura que prevalece no Brasil.
Abraços.

Anônimo disse...

As diferenças culturais são enormes...até achei cômico sua reação nesse post!

1 "Será que brasileiros não pensam em sair com relógio para não precisar incomodar ninguém nas ruas?"

- Geralmente os brasileiros não se incomodam em dizer as horas para alguém (pelo menos nunca vi alguém reclamar)Sobre em não saber as horas, muita gente olha no celular.Já chegaram a dizer que o relógio de pulso cairia em desuso por isso.Mas isso eu discordo, prefiro muito mais ver as horas no relógio a ver pelo celular.

2 "Se já sabe que o evento vai poder começar com uma hora de atraso, porque não programaria o início do evento para às 9 horas desde início!??"

-Porque as pessoas chegariam às 10h00!Acredito que temos esse hábito porque saberíamos que a festa já está "rolando".Se chegássemos na hora marcada, não teria ninguém.

Anônimo disse...

Acredito que cumprir com o horário combinado é sem duvida o minimo que alguém pode fazer pelo outro, não considero com um ato de rigidez, mas sim como um ato de respeito, sou o tipo que chega pontualmente em seus compromissos ou até com 15 minutos de antecedência e não vejo com bons olhos aqueles que se atrasa, sou assim porque eu sei que o meu tempo é precioso, tenho outros afazeres e outras pessoas que precisam de mim, como filho, casa, trabalho, marido, etc... logo o meu tempo é muito precioso, e o seu não é? ;)

Anônimo disse...

Olá! Gostei muito do seu post. Sou descendente de japonês, e desde criança também tinha essa dúvida da novela das 9 horas.. minha mãe me disse que as pessoas falam "novela das 9" justamente porque antigamente as novelas eram transmitidas às 9h. Hoje em dia, as novelas passam em torno das 8h, mas o costume de chamar de "novela das 9" continuou! Também não gosto quando um programa de TV atrasa, por isso não assisto muito os programas brasileiros, não gosto de esperar.

Luann disse...

E quanto a possibilidade de ser assaltado? não duvido que muita gente saia de casa quase pelado pra evitar ser roubado...

Liziane disse...

É realmente complicado a relação do Brasileiro com o horário. geralmente chegamos mais tarde nas festas por achemo que se chegar n horário seria cedo demais. E realmente não temos tanta preocupação com o horário até porque nada aqui acontece no horário exato marcado. Õnibus então, nem se fala, inclusive nos horários de maior movimento no trânsito. Eu sou um pouco impaciente e detesto ficar esperando. Às vezes chego cedo a algum lugar que eu queria estar, masà outras vezes eu acabo me atrapalhando e chego bem atrasada e detesto isso...

*Pr0feta disse...

Realmente o brasileiro não ve problema em dizer as horas ou de dar informação. Sobre o fato de não ver muita gente com relógio é que hoje muita gente prefere o celular acredito, agora claro que sempre tem os que esquecem ou que não tem (Geralmente o pessoal mais novo).
-
Sobre horarios, como foi comentado dependendo do compromisso o brasileiro não leva muito a sério mesmo a pontualidade, uns minutos antes ou depois não vai fazer a diferença, acho que tudo vai depender da pessoa e de sua bagagem (Criação, personalidade), pessoalmente gosto de acordar, me arrumar e comer cedo e chegar um pouco antes, mas como disse vai depender do compromisso, no oposto disso tenho amigos que levam o assunto tempo com bem mais tranquilidade.

C.F. disse...

Eu acredito que existem alguns fatores causadores dessa cultura brasileira.

1 - Relógio normalmente é usado como item fashion, bonito e caro. Logo custa uma graninha e não é tão fácil repor em caso de perda ou assalto. Outra coisa a observar é, quando alguém me mostra um relógio, eles procuram o mais boniro, procuram um acessório, como uma joia, e não realmente pela utilidade. Claro que isso não é geral, mas é o que eu acredito que prevalece.

2 - Brasileiros não tem a sensação que estão incomodando os outros quando perguntam sobre isso na rua. Brasileiro é bem desregrado na verdade, até de mais. Como você disse, nem te agradeciam quando você respondia. Como você já deve ter percebido, não fazem isso por mal, só não estão acostumados ao ato de demonstrar ou até receber gratidão, e pensam que isso está implícito ou que a outra pessoa simplesmente não espera isso, já que não é um hábito forte.

3 - Já tem celular ou relógios públicos. Como você apontou, aqui não se cobra cada segundo, então isso basta.

4 - Como brasileiro sabe que ninguém vai chegar na hora, ele não quer chegar nos eventos e ficar sozinho e envergonhado (chega e só tem gente que não conhece). Então ele (todos eles) tem a brilhante ideia de chegar um pouco depois pra já chegar na muvuca. Logo, se marcassem desde já um evento para "às 9", como você falou, todos chegariam 9:30, 10:00, auhauhauhauah. É tudo uma questão de relatividade.

5 - Muito parecido a isso vem o hábito do povo brasileiro ser "tratante", por que tentam dar uma de esperto tentando prever a ação coletiva. Quando o chamam para ir a um lugar e ele não quer ir, mas tem vergonha de dizer, ele diz que vai, por que pensa que só ele vai agir assim, não vai, e depois dá uma desculpa esfarrapada por não ter ido. Imagina quando todos dizem que vão mas ninguém vai, e depois todos dão desculpas parecidas? Já vi isso acontecer com um amigo, triste :/ Para pouparem a pessoa acabam causando grande inconveniência.

yukipoa disse...

Agradeço à todas as pessoas que comentaram aqui.
Acredito que quem comentou deve saber analizar aspectos culturais com olhar diferente.
Ou pelo menos, são pessoas bem observadoras.
Eu imagino que essa caráter vai ser diferencial e preciosa.
Parabens!!
;)

Anônimo disse...

Yuki, eu gostaria de pedir para que você fizesse um post sobre a politica no Japão a comparando com a politica Brasileira.

Obrigado ;D

michele disse...

Nossa, eu ri litros com esse post. antigamente se falava novela das 8 que também nao começava as 8, dai pasaram a chamar de novela das 9 que tbem nao passa no horario previsto. Eu tenho uma certa obssessão com horario, chegar na hora certa etc, e essa mania do brasileiro é terrivel até na balada: se começa as 22 hs, a maioria só chega depois da meia noite! abraços

daniel disse...

não ando com relógio para não ser assaltado..

ellen disse...

Sair para ser assaltada?

Anônimo disse...

Achei legal o blog e esse post...
Eu sou brasileiro, mas frequentemente vou ao Japão.
O que penso sobre a questão dos horários é que os japoneses se cobram demais.
Aqui no Brasil, acho que seria difícil a pessoa se atrasar numa reunião de negócios ou num outro evento importante. Contudo, festas são consideradas momentos de descontração e diversão. Por isso, a pessoa vai nesse espírito, de não precisar cumprir formalidades, afinal está indo para se divertir e não para causar boa imagem perante os demais (como acontece frequentemente no Japão).
Acho que tudo tem seu lado bom e ruim e concordo que pontualidade é algo bom na maioria das vezes.

ボグンシーセン disse...

Eu comecei a usar relogio de pulso quando tinha uns 9 anos se nao me engano e desde entao sempre me perguntam as horas na rua, na escola, em todo o lugar.
Eu tambem acho que os brasileiros deviam estar sempre com um relogio de pulso, se nao encontrarem ninguem com relogio na rua como vao fazer para chegar a uma hora certa em um local determinado?

E tambem concordo que os brasileiros deviam ser mais pontuais. Num trabalho de escola recente combinamos de nos encontrar as 9 horas na estacao do metro, eu cheguei 10 minutos mais cedo pois nao queria que ninguem ficasse esperando, meu primeiro colega chegou as 9:30. Esperamos ate as 10h e ninguem mais veio entao fomos ate minha casa para adiantar o trabalho so nos dois. Ao meio dia um colega meu ligou dizendo que chegou na estacao aquela hora e que deviamos busca-lo e o ultimo chegou as 14 horas e nem foi ate a estacao, tivemos de pega-lo no meio do caminho D: no final o trabalho nao rendeu muito e as 16h eles ja queriam ir embora e assim foram.
Esta certo que nao devemos ser tao rigidos, mas atrasar demais acaba atrapalhando o fluxo de trabalho alheio, certo?

Nyan disse...

Muito legal o post mesmoo!! *-*
A cultura japonesa é realmente fascinante!

Só vou comentar sobre o horário da festa, mas eu acho que até já responderam. Se a festa fosse marcada realmente às 9h, todo mundo ia chegar às 10h... Porque muitas vezes pensamos que os organizadores ainda estão dando o toque final, ajeitando tudo e chegar pontualmente iria atrapalhá-los.. rs

Mas isso ainda implica na questão de atraso né? rsrsrs

Eu odeio chegar atrasada e odeioo esperar tbm! rsrs terrível! :D

nino disse...

eu tenho vergonha de perguntar as horas para pessoas na rua, mas todo mundo acha que é normal responder, é quase uma obrigação você responder, senão é considerado como rude.

eu nunca perguntei as horas, eu não ando de relógio porque olho as horas no celular, mas quando eu esqueço o celular, eu olho as horas em lojas, ou então eu vou para o telefone público e disco um número que me fala as horas. :)

Anônimo disse...

Acho que ri um pouco lendo aparte que o aluno acabou morrendo por ter ficado trancado em decorre do atraso, se isso acontece-se com um individuo Brasileiro a reação normal dele seria revidar contra quem fez isso com ele mesmo ele estando errado como eo caso em muitas vezes a pessoa ve que esta errada a pena e aplicada e mesmo assim ela revida nem que tenha que dar a propria vida exemplo puro disto e você ver eo assasinato em massa dos policias da cidade de são paulo, como se não fosse ja comum no Brasil inumeras e inumeras vezes me deparo com noticias onde professor e vitima de violencia ou o aluno e vitima de violencia ou aluno mata professor em sala de aula, aluno mata colega de sala de aula.

Ana disse...

Parabéns pelo blog, adoro lê-lo! :)

Anônimo disse...

Mesmo tendo nascido e vivido aqui no Brasil até hoje, custei a aprender que festa de brasileiro começa, no mínimo, meia hora depois do horário marcado. Na última vez que fui em uma festa no horário "correto" o aniversariante nem estava arrumado ainda. Fiquei muito sem jeito

Saulo disse...

Não ando com relógio porque sou preguiçoso, pra falar a verdade eu não gosto de acessório nenhum, gosto de estar confortável.
Exceto quando é requerido uma roupa mais adequada eu ando de camisa e calças largas, leves, claras e sem estampa, e de sandália Havaiana.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics