domingo, 15 de maio de 2016

Você quer aprender japonês com professor nativo ou o não - nativo!?

  Ao caro leitor

  Você quer aprender japonês com professor japonês ou professor brasileiro?

  Na minha opinião, a nacionalidade do professor não vai fazer a diferença significativa, principalmente para os iniciantes.


  O que você tem que se importar mais na hora de escolher seu professor é se esse professor é qualificado, comprometido, experiente e dedicado ou não.

  Ser nativo não passa de uma das dezenas critérios.

  Aliás, a afinidade com esse professor é muito mais importante do que a nacionalidade do professor.

  Apesar de ser professor nativo de japonês, eu não posso deixar de confirmar isso.

  E agora, depois que eu assisti dezenas de aulas de inglês com professores não-nativos, eu ainda afirmei o fato com certeza absoluta.

  A empresa japonesa que eu utilizo disponibiliza 4 mil professores de inglês de 60 países do mundo inteiro.

  Até agora eu fiz aula de inglês com professores de seguintes países.

  Filipinas, Sérvia, Bósnia Herzegovina, Romênia, Macedónia, Palestina....

  Antes de começar o curso, eu achava que eu ia aprender inglês só com professores filipinos.

  Contudo, depois que eu fiz aula com professores sérvios, eu gostei mais dos professores sérvios do que professores filipinos.

  Seguem as razões.

  1. A conexão do Internet

  Quando assistir aulas com professores filipinos, às vezes a internet cai com frequência, o que atrapalha a aula. Eu imagino que a internet na Filipinas é precária.

  2. Qualificação e característica dos professores

  Normalmente as professoras filipinas são mais simpáticas e hospitaleiras.

  No entanto, elas têm sotaque mais forte e normalmente elas são menos qualificadas do que professoras sérvias, que algumas até têm mestrado na literatura inglesa.

  Talvez devido à influência da língua materna, as sérvias falam inglês com menos sotaque.

  E dizem que os sérvios aprendem inglês na escola desde primeiro ano do ensino fundamental...

  Por isso mesmo, há tantos professores de inglês na Sérvia.

  3. Aparência física

  Acho que os japoneses em geral têm seguinte preconceito : Inglês é uma coisa de pessoa ocidental.

  Então, assistir aula com professoras sérvias que têm caras de ocidental ajuda para criar mais clima de aprender inglês para os alunos.

  Infelizmente as professoras filipinas não têm como oferecer essa vantagem que os europeus têm.

  Além do mais, o melhor é que há muitas professoras sérvias bonitas e novas.

  Claro que eu não estou estudando inglês com a segunda intenção. Mesmo assim, é bom trocar ideias com professoras bonitas e novas, sim.

  Ultimamente a empresa japonesa começou a disponibilizar professores nativos.

  Eu assisti os vídeos de apresentação de alguns professores nativos. E não notei tanta diferença comprando com os vídeos de apresentação dos professores sérvias.

  Só que os alunos têm que pagar triplo para aulas com professores nativos.

  Para piorar a situação, há muito menos professoras nativas e bonitas.

  ( Mais uma vez eu quero enfatizar que eu não estou estudando inglês por causa de beleza das professoras. )

  Eu gostaria de experimentar aula de inglês com professor nativo um dia, só para saber se eu posso me comunicar em inglês com os nativos, além de quer me acostumar com as pronúncias do nativo.

  Entretanto, não sei se vale a pena pagar triplo.....

  Aliás, eu até acho mais legal aprender com professores de inglês de países cujas línguas maternas não são inglês, já que eu posso conhecer outras culturas e adquirir conhecimentos novos.

  Tanto os brasileiros quanto os japoneses estão bastante informados sobre os Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, entre os outros. Isso não é novidade para nós.

  Por falar em os Estados Unidos, muitas professoras sérvias me confessaram que elas tinham idos para os Estados Unidos para trabalhar lá e tinham retornados para Sérvia com pensamento negativo contra os americanos....

  Muitos alunos brasileiros também não gostam de americanos...

  Como muitas pessoas do mundo inteiro não gostam de americanos,ne!!

  Por outro lado, os japoneses adoram os americanos....

  Eu já tratei sobre isso num post no meu blog.

  ;)

Comentários
7 Comentários

7 comentários:

Kass disse...

Vou descordar de algumas coisas:
Sempre tive professor de japones nativo, e acho isso otimo, tambem sempre tive professores que sao formados em letras ou especializacao para dar aula. Entao acho que no inicio do aprendizado de uma lingua, tanto faz o professor ser nativo ou nao. Mas quando e avancado, professor nativo fara toda diferenca: vai saber como os nativos se comportariam numa situacao e pode ensinar coisas que um nao-nativo demorara uma vida toda para aprender.

Acho que para voce nao vai fazer tanta diferenca ter um professor nativo. Quando voces comeceram a conversarem, ele sendo um professor tem uma capacidade maior para ouvir sotaques e corrigir erros de estrangeiros. Ele tambem ira falar gramaticalmente preciso, entao vai ser mais facil para o ouvinte e nao vai ser uma experiencia tao real assim.

Foi meio longo, mas e isso que acho, estudando algumas linguas

Alle jo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=P2nd5BMBW2g

O que você acha desse vídeo, professor?

yuki takeuchi disse...

Achei bom esse canal, principalmente para os estrangeiros que querem conhecer sobre o Japão.;)

Anônimo disse...

é impressão minha ou vcs japoneses apreciam mais a beleza que nós?

já tinha notado em várias coisa do japão onde pessoas ficam famosas apenas por serem bonitas, aqui no brasil creio que as pessoas ligam um pouco menos pra isso, quero dizer elas até ligam sim, mas pra namorar, se não for pra namorar, os brasileiros não ligam pra estética da pessoa.

eu diria até que isso é mal visto por aqui

Érica Amaro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érica Amaro disse...

Eu já vi um site de relacionamento asiatico onde todos exigiam coisas tipo "sem gordura, pele macia, meiga" mas nem todos tinham tantos requisitos pra exigir muito de uma mulher (não eram lindos pra exigir uma mulher linda, pra ser mais direta)
Como o anônimo em cima disse, no Brasil isso é um pouco mal visto também.

Anônimo disse...

Por experiencia propria,eu prefiro ter aulas com professores americanos mas eh porque eu gosto de ver filmes e ouvir musicas americanas.e o sotaque deles eh bem dificil de pegar se vc nao tiver o ouvido treinado. Ja peguei aulas com escoceses( achei de facil compreencao),canadenses(achei facil),filipinas(achei um pouco parecido com um indiano falando),e americana ( da california e achei dificil pq eles falam rapido e com diversas expressoes ). Agora em relacao ao japones,eu prefiro pegar aula com mulher japonesa porque eu sou mulher,e o modo de falar eh bem diferente de homem pra mulher.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics