quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Por que os brasileiros gostam tanto de palavrões!?

  Ao caro leitor

  Você usa palavrões no dia a dia?

  Eu não falo nada de palavrões praticamente.

  Por que?


  Por que eu não quero me envolver em nenhuma briga ou conflito.

  Aliás, eu não sei se posso usar palavrãoes de maneira correta, na hora correta, para pessoa certa.

  Então, é melhor não arriscar,ne?

  Não é que eu não sei palavrões.Eu não sou santo.Sei aquelas básicas, sim.

  Contudo, eu não as uso para ninguém.( por enquanto )

  Há ocasião em que me dá vontade de falar palavrões em português para aquelas pessoas sem educação, sim.

  Entretanto, antes de falar essas palavrões, eu sempre penso seguinte.

  “Será que isso vai me alivar ou vai resolver algumas problemas?”

  Acho que não.Pelo contrário, eu fico tão indignado que não vou poder me controlar minha emoção, o que eu acho muito perigoso.

  Na verdade, eu nem usava palavrões em japonês quando morava no Japão.

  Assim, não tem por que falar palavrões em português,ne?

  Havia um aluno na minha turma que falava palavrões toda hora durante minha aula.

  Os alunos da minha turma deve imaginar de qual aluno eu estou falando.

  Um dia, quando ele falou palavrões durante aula, eu imitei ele e repeti mesma frase que ele falou, inclusive palavrões, de propósito.

  Os outros alunos deram gargalhadas.

  E ele desabafou que não tinha como falar sem palavrões.

  Aliás, ele cresceu olhando os pais falando palavrões em casa.Ou seja, ele foi um fruto da educação passada pelos seus pais.Assim, não tem como tirar esse hábito de um dia para outro, por mais que ele quisesse.

  Na verdade, como ele não está xingando alguém através das palavrões, ele não está ofendendo ninguém.Então, em princípio, não há problema.

  Ele sem palavrões não é mais ele.Perde até sua característica.As palavrões que caracteriza como ele é.

  Será que eu exagerei ou elogiei ele demais por acaso?

  Por falar em palavrões, sempre há alguns alunos brasileiros que queriam saber como se diz algumas palavrões portugueses em japonês.

  Normalmente eu não respondo à essa solicitação.

  Porque eu acho que eu não sou pessoa certa para ensinar essas coisas.

  Há palavrões que não existem na língua japonesa. Ou, pelo menos, os japoneses não usam essas expressões ao xingar alguém.

  Nessa altura, nem tem o que eu “ensinar”...

  A propósito, por que alguns alunos querem saber palavrões?

  Porque eles querem ofender alguém ou querem se defender dos japoneses que lhes ofendem?

  Há certas coisas que é melhor não saber neste mundo...

  ;)



Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Fernando Souza disse...

Isto nao 'e singularidade do Brasileiro, mas da cultura latina.

Anônimo disse...

Na verdade o palavrao,nao eh ofensivo no Brasil em determinadas situacoes.
Serve para usar com pessoas intimas e amigos proximos(principalmente entre jovens). Mas se for excessivo,acho que ate pros brasileiros soa vulgar e vira uma baixaria.
Pelo pouco que conheco,os aericanos e europeus tambem usam no dia a dia.
Veja exemplos praticos:
Quando reclamamos do governo,quando acontece algo errado,etc...
Geralmente algo negativo.


No Japao por ser um pais polido e que nao demonstra o sentimento real para os estranhos,nao eh comum usar no dia a dia. Seria o honnei e tatemae?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics