quinta-feira, 6 de junho de 2013

Um dos estados no Brasil poderia ser governado pelos japoneses!?

  Ao caro leitor

  Jô Soares disse o seguinte no programa de TV dele.

  “Um dos estados no Brasil poderia ser governado pelos japoneses.”

  Ele falou isso como uma piada lamentando a má administração do estado pelos políticos brasileiros,esperando que essa medida proporcione a vida melhor aos brasileiros.

  O que você acha sobre essa ideia?


  Se realmente os brasileiros autorizam isso,de que jeito os japonese governariam um estado no Brasil?Como os países europeus govenaram os países da África sob colonialismo?

  Claro que não, no pleno século 21, quando a democracia é considerado como "melhor" sistema de governar um país,baseado na "BURROCRACIA".

  Então, os japoneses o governariam como se administrasse uma empresa sob capitalismo, respeitando democracia....Você acha que isso vai dar certo?

  O governo japonês está preste a se quebrar devido às altas dívidas acumuladas,como eu já tratei num post.Eles nem sabem administrar próprio país.Como é que eles conseguem governar um estado no Brasil, já que 5 estados são maiores do que o Japão.(O estado de Mato Grosso do Sul é quase igual ao tamanho do Japão.)

  Então, que tal mandar os japoneses desenvolverem um bairro ou uma cidade só?

  Pela minha observação, geralmente os brasileiros desenvolvem um bairro através da instalação de um shopping num terreno,onde não tem nada menos matos.Uma empresa gigante que tem recurso em abundância compra um terreno “barato” distante do centro da cidade e construi um shopping aí.E essa instalação vai atrair não só estabelecimentos comerciais mas também as residências.Desta forma, um área ao redor do shopping vai se desenvolvendo como um bairro nobre com o passar do tempo.


  Por outro lado, os japoneses desenvolvem um bairro e uma região por meio da instalação da ferrovia.Uma vez instalada trilhas e estações de trem, muitas empresas procuram construir seus estabelecimentos comerciais nas áreas mais próximas das estações.O povo em comum também procura comprar uma casa ou um apartamento por perto das estações porque isso facilita a deslocamento da sua casa até a empresa, além de ter melhor acesso aos estabelecimentos comerciais.


  No Japão, quanto mais perto da estação, mais caro um apartamento ou uma casa fica.Por isso mesmo, você sempre vai ver a informação sobre tempo que demora a pé ou de ônibus até a próxima estação no anúncio do imóveis.No Brasil, ninguém se importa com isso,ne?Porque praticamente não há trem no Brasil.

 
  A propósito, como está o transito na sua cidade?Eu não sei como está a situação na sua cidade.No entanto, pelo menos aqui em Porto Alegre, devido às muitas obras para Copa do Mundo que começou no início deste ano, o congestionamento no horário pico é horrível e eu não estou aguentando isso.

  Eu já reclamei sobre engarrafamento cada vez pior e sugeri a instalação de um bonde especial num post há 2 anos, como mostra o vídeo a seguir.


  Fiquei sabendo que há um projeto para instalação de trem em Porto Alegre há algumas décadas.No entanto, esse projeto tão sonhado nunca  se realizou.Pelo jeito, as obras em andamento não são para instalação de trem dentro da cidade mas para melhorar o transito.Por que não instalar bonde de uma vez?Eu imagino que nosso sofrimento atual não compensa.

  Pelo programa de TV japonesa que eu assisti, Tokyu Corporation,a maior empresa privada de ferrovia no Japão está construindo “uma cidade” no subúrbio do Ho Chi Minh, capital do Vietnã, onde tem só campo, através da instalação das linhas de trem.É um mega projeto inédito que pode durar 10 anos até terminar.


  Será que algumas empresas japonesas podem fazer projeto similar no Brasil, já que a  terra é o que não falta aqui.Uma “cidade” planejada baseado na instalação das linhas de trem.Se conseguisse construi-la, seria maravilhoso,ne?

  As empresas ferroviárias de vários países, inclusive o Japão,  estão participando na leilão para a instalação de trem bala no trecho entre Rio de Janeiro e São Paulo.Eu não sei se isso vai dar certo, pois eu não vejo necessidade.

  Como o Brasil é um país enorme, o que mais vale a pena por parte do governo brasileiro é investir na melhoria dos aeroportos e as rotas entre os capitais dos estados,inclusive rotas internacionais.Investir nas linhas ferroviárias entre os capitais é desperdício do dinheiro público a meu ver.

  Contudo, investir nas linhas ferroviárias numa cidade vai trazer muitos benefícios tais como ambiente com menos poluição e praticidade na hora de descolamento, aos habitantes, além de melhorar o congestionamento nas ruas.

  Eu fui visitar Brasília pela primeira vez no final do ano retrasado.Como todo mundo sabe, Brasília é a cidade planejada.Com certeza, as rodovias estavam bem mais organizadas do que as mesmas nos outros capitais do Brasil e os prédios públicos com aparências bem “esquisitas” no bom sentido faziam com que Brasília fosse peculiar, diferente das outras cidades.


  Contudo, as ruas eram largas demais e havia muita distâncias entre os prédios, o que dificultava um passeio pela cidade a pé.A impressão que eu tive sobre Brasília foi uma cidade deserta e desumana. Poderia ser uma cidade mais compacta e mais concentrada.Apesar de ter visto trem na cidade, eu achei que o local onde linhas de trem foram instalados não facilitava a vida dos habitantes como deveria, já que a cidade não foi planejada baseado nas linhas de trem na época.

  Pois bem.Que tal construir uma “cidade” bem moderna e prática em algum lugar do Brasil baseado no sistema ferroviária? Eu tenho certeza de que as empresas japonesas vão poder ajudar esse projeto ambicioso graças à sua experiências e altas tecnologias.

  Eu vejo bairros tri modernos com muitos prédios altos e sofisticados nos capitais de países asiáticos tais como China e Tailândia.Porém, eu não vejo nenhum bairro parecido no Brasil.


  O Brasil já está no sexto maior economia do mundo.Aproveitando a Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, gostaria de que modernizasse as cidades do meu fundo do coração.Já chegou a hora de ter uma “cidade” bem chique.

  ;)


Comentários
14 Comentários

14 comentários:

Iruka disse...

Brasília organizada?Bom,aqui quem depende de transporte público vai sofrer,pois são velhos,quebram e os funcionários muito mal treinados.
Não existe calçadas e as áreas onde transitam mais pessoas nem tem sombras!E faz muito calor em julho.Nem adiantaria um sistema de rodízio de veículos,pois a maioria tem no mínimo 2 carros na garagem.
Se tivéssemos uma cidade governada pelo Japão, já estaria fazendo minhas malas!

Anônimo disse...

O problema do Brasil é que ele é muito grande e desigual, a região sudeste e sul é responsável por 72% do PIB e o governo federal distribui pelos estados a fim de desenvolver o país. Dinheiro esse muito mal gasto, em qualquer empresa a ideia é ter menos funcionários e gastar o menos possível. No governo não, quanto mais vagas abrir para ser servidor público e quanto mais ele gasta em novos projetos, mais o povo gosta. Sem falar no bolsa família que não dá nem para comprar uma calça de marca de 300 reais para sua filha.
Essa sua teoria que no Brasil instala um shopping onde não tem nada, para desenvolver um bairro, eu discordo. Eu acho que um bairro cresce devido à expansão da cidade, quando os valores dos imóveis do centro ficam valorizados e as pessoas vão construindo casas mais afastadas. E o reflexo disso é o desenvolvimento desse bairro, nascendo pelas necessidades, padarias, farmácias, posto de gasolina e etc.. Os shoppings são construídos quando a área comercial central não tem mais onde expandir e não tem muitas opções de local para montar as lojas. E geralmente os shoppings são construídos próximos às rodovias de acesso e não no centro porque a prefeitura não deixa se a rua não comportar o fluxo de carros gerados por esse aumento da demanda, pois dinheiro eles tem.
E esse lance de construir linhas de trem os políticos não gostam, é demorado, que nem esse projeto citado é de 10 anos. O mandato é de 4 anos, então é melhor fazer viadutos no período de seu mandato para mostrar serviço, pois daqui a 10 anos pode ser que ele não esteja no poder. E às vezes o outro que entrar no lugar resolve não continuar com as obras por ter outras ideologias e prioridades. Vide caso do Fura-fila, maior rolo, alguém se lembra do Pitta?
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fura-fila

César strauss disse...

Se fosse apenas a região sul, centro-oeste e sudeste (sem Rio de janeiro e espirito santo) com toda certeza em menos de 10 anos seriamos um pais de primeiro mundo.

Anônimo disse...

eu acho mais facil O japão quitar a divida publica, dar a volta por cima dessa crise economica e o problema da baixa taxa de natalidade ,do que o brasil se tornar um país de primeiro mundo.
o brasil é um país rico de recursos e espaço mas extremamente desorganizado

yukipoa disse...

Obrigado pelos comentários.
Se o governo não investir num projeto ao longo prazo,não dá para construir uma coisa de qualidade.
Os políticos brasileiros precisam deixar seus projetos pessoais de lado pensando no povo brasileiro.
;)

Tayzun Yamato disse...

Bem o que pode ser feito, e que os Brasileiros, passem a usar mais os meios de transporte públicos. O Transito eu ouvi dizer em uma reportagem do Jornal Nacional e responsável por um grande prejuízo na economia do país. E se o transito e os congestionamentos continuarem a aumentar, acho que será necessário fazer rodízio em todas as rodo vias e todos terão que começar a pagar pedagio. A modernização das cidades no Brasil ira demorar bastante, eu não tenho a mínima ideia de como o governo ira realizar tal feito ou se ele tem em mente tal feito. Mas para isso acredito que seja necessário primeiro tirar inúmeras pessoas da zona de pobreza máxima, existe muito isso na região nordeste do país onde vivo, pessoa abaixo da linha de pobreza, e algo lastimável. Então pouco se valia modernizar uma cidade enquanto pessoas ainda vivem na miséria. No entanto e preciso custear benefícios básicos por exemplo onde moro ficaria feliz caso a algo fosse de boa qualidade, e de vez enquanto falta água e luz na cidade toda, um apagão geral, a fonte de água que e o açude barreiras da cidade Fronteiras esta nas ultimas, onde esta o governo para oferecer uma necessidade básica como essa, e rir para não chorar ver que tem-se de comprar água para beber toda semana e tomar banho de balde e caneca. E preciso fornecer o essencial para se fornecer um melhoramento como esse, o Brasil tem muitos problemas para ser resolvidos. Dentre eles a criminalidade, transito, saneamento básico por incrível que pareça sim mas muitas cidades no Brasil ainda são desprovidas de tais coisas como aqui.

Cris disse...

Acho que entendo o ponto de vista do Jô Soares. Quando ocorreu aquela tragédia do tsunami no Japão a maioria dos brasileiros acredito que diferente de países como Haiti, o Japão seria um país que se reergueria rapidamente.
Este pensamento se deve a visão que os brasileiros tem dos japoneses como sendo um povo centrado, sério, trabalhador e que é um exemplo de como se funciona uma sociedade.
Também temos a visão que os japoneses são grandes agricultores capazes de trazer vida em regiões áridas. Um bom exemplo disto é que os japoneses ajudaram a construir brasilia, já que em nossa visão somente este povo conseguiria trazer o verde na nova capital do Brasil.
Aqui uma bela historia sobre os japoneses e brasilia:
http://brasiliapoetica.blog.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=62&Itemid=1
Então considerando todos estes fatos, acho que não é dificil acreditar que os japoneses administrariam melhor um estado brasileiro, entretanto, penso que somente colocar lideres japoneses não fariam tanta diferença.
Porém se a seculos atras o império brasileiro tivesse se organizado para povoar o nordeste brasileiro com uma grande imigração japonesa, possivelmente a realidade economica-social daquela região teria sido hoje bem diferente.

Anônimo disse...

Cesar Strauss lamentável seu comentário , sou capixaba e saiba que o ES tem um IDH elevado, e produz 14 bilhões de reais anuais com seu PIB, e o governo federal nos envia de volta apenas 4 bilhões, ou seja somos roubados e ainda assim temos um nível de desenvolvimento muito superior a outros estados, o nosso dinheiro vai todo para o governo centralista populista que tenta acabar com a miséria sem fim no norte e nordeste, se ficássemos com 70% da riqueza que gerasse-nos já estaríamos com um nível de vida muito superior ao restante do país porque o estado tem uma população pequena e gera uma riqueza gigante mas ela é roubada de nós e investida em bolsa escola, e outra o ES não é nada parecido com o RJ aqui foi o primeiro estado do Brasil a receber colônias de italianos e alemães, 70% da população tem essa origem, os negros que aqui têm vieram em sua maior parte da Bahia e do nordeste em geral, sem contar os muitos que de minas vieram< CHEGA DE POPULISMO SOLUÇÃO É O SEPARATISMO>

Anônimo disse...

O pessoal comentando bastante sobre o separatismo, já ouvi falar bastante que se o Brasil fosse separado ao meio, o "Brasil do Sul" seria país de primeiro mundo. Isso se ocorrido na época da industrialização, quando os barões do café investiram na construção de fábricas para atender o consumo interno pela dificuldade de exportar na época da segunda guerra mundial. Outros dizem que não, que o "Brasil do Sul" seria tipo uma Argentina da vida. E que o sudeste e sul cresceu devido ao consumo interno, vendendo produtos para o norte e nordeste.

Aqui em São Paulo tem mais nordestino que no próprio nordeste e eles não param de procriar. E o mesmo preconceito que os japoneses tem com brasileiros que vão trabalhar lá, tem de paulista com nordestinos. Não estou generalizando, mas alguns dekasseguis aprontam no Japão porque se der merda eles voltam para o Brasil. Alguns nordestinos laranja podre, apronta em São Paulo porque se der merda foge para o nordeste.
Esse vídeo é muito bom:
http://www.youtube.com/watch?v=PA5u5cjSPss

Anônimo disse...

a solução é devolver o Brasil pros indios, com um grande pedido de desculpa!!!

Anônimo disse...

Nasci na Inglaterra, morei em Natal, no Rio de Janeiro e em Brasília, e conheço bem a região sul. É lamentável ouvir esse discurso preconceituoso. Não concordo com discurso separatista, mas é um direito de vocês pensar dessa maneira. Só não se iludam sobre a possibilidade de crescimento e ascensão meteóricos... nordestinos não são mais burros que ninguém. Gente burra, gente preguiçosa e gente preconceituosa se distribui de forma igualitária entre todos os estados.

Julia disse...

Eu acho que vc desmerece muito o Japão! Eu amo este país mesmo com a crise é muito melhor que o Brasil atual! Pois o governo brasileiro só rouba!
Prefiro o administrado pelo Japão que pelo Brasil!

Com certeza sua visão de melhorar o transporte é linda e ótima mas precisa fazer o governo andar de ônibus e nos horários de pico …quem sabe aí eles terão o mesmo desejo né!

Sero disse...

Aqui vai uma grande verdade: todo país tem problemas, mas os problemas do Brasil são um pouquinho piores

kurtvanhalen disse...

Os japoneses não gostarem do próprio governo só mostra uma coisa: o governo tem o toque de midas invertido - tudo que toca vira lixo...

Governos não geram riqueza - no máximo distribuem um pouco - e sempre pegando uma parte (é uma mão de esponja)

Colocar mais dinheiro num governo mais centralizado é um erro - o ideal é depender o mínimo possível - deixá-lo só como um regulador e guardião de alguns princípios básicos.

Quando o governo tenta controlar o preço de tudo, a vida de todos, começa a tomar uma postura de "pai", então a sociedade começa a decair.

Um exemplo é na faculdade em que estudo. Quiseram fechar o tio do açaí pq ele não tem LICENÇA. O cara tava honestamente ganhando a vida dele e querem impor uma burocracia...é burocracia que mais impede que tenham empregos e serviços bons...burocracia só ajuda quem já está exercendo a atividade - nunca quem quer entrar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics