quinta-feira, 19 de maio de 2011

Japoneses sempre usam lápis nas provas!!


  Porque os brasileiros usam caneta esferográfica nas provas?

  Isso foi uma dúvida que eu não conseguia compreender desde que cheguei no Brasil há 13 anos.

  Se um aluno mudar de idéia depois que ele colocou uma resposta na folha durante a prova, como é que pode apagá-la e colocar outra resposta no mesmo lugar?


  Escrever com caneta esferográfica não é nada prático.

  Porque as pessoas que fazem prova não podem usar lápis em vez de caneta esferográfica?

  Na semana passada, uma aluna minha me explicou a razão.

  Segundo ela, há alunos que corrigem erros com borracha depois que receberem provas e reclamam para professores sobre notas mostrando-lhes as respostas corretas escritas por próprios alunos depois da entrega delas.  

  Bah! Eu nunca pensei nisso.

  Aliás, eu nunca tive aluno assim ao longo de 13 anos de carreira como professor de japonês no Brasil, graças a Deus.

  No entanto, como é que os alunos ousam a fazer uma barbaridade como essa?

  No Japão também existe sacanagem em relação à prova. Dar espiadinha na resposta do seu lado, esconder a tabela de alguma coisa dentro do estójo são sacanagens mais comuns praticadas, entre as outras.

  Porém, eles jamais fariam esta sacanagem praticada no Brasil.

  Enganar as outras não vai nos reslutar em nada. Acredito que todos estão consciente disso.

  Entretanto, infelzimente o que é praticado na vida real é a obrigação de uso da caneta esferográfica nas provas. 

  Desconfiança entre professor e aluno na escola, onde deveria ser um lugar mais sagrado de todas, não é nada agradável para os ambos.

  Será que não tem como mudar este costume maldito?

  Acreditando no Brasil cada vez melhor.....

  ;)
Comentários
26 Comentários

26 comentários:

Juliano disse...

Infelizmente essa é uma característica da cultura brasileira, como um todo. É o conhecido "jeitinho brasileiro". Muitos (talvez a maioria da população) tenta ganhar vantagem sobre os outros e escapar de punições quando comete algum delito.
Tenho a impressão de que recentemente houve uma pequena mudança nessa situação, mas o povo brasileiro ainda tem muito para amadurecer, especialmente no sentido de respeitar regras.
Gostei muito do seu blog. Parabéns!

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário.
Sim,há muitas coisas que tem que ser melhorado aqui no Brasil.
No entanto,eu não acho que um país onde tem cheio de regras é ideal.
Assim o povo se cobra um ao outro e acaba ficando um país onde não tem liberdade.
Precisamos saber respeitar as outras por natureza.
Chegando nesse nível, pode-se dizer que o país ficou amadurecido...

Gabriel disse...

Yuki,
esse comportamento (mudar as respostas após a correção do professor) não é só de alunos mais jovens, de escola.
Eu fiz um curso na Escola Superior da Magistratura (é uma escola somente para formados em Direito, com o intuito de estudar para o concurso de juiz de direito) e esse fato aconteceu lá. Algumas pessoas recebiam a prova e modificavam as respostas para depois reclamar com o professor. Tais provas eram feitas a caneta mas mesmo assim os alunos as modificavam.
A direção da escola resolveu entregar somente uma cópia da prova, que os próprios alunos deveriam pagar por ela.
Note que essa enganação era feita por pessoas que gostariam de ser juízes de direito. Uma vergonha. Não vamos generalizar, é claro que não eram todas as pessoas que faziam isso, mas aconteceu.
Espero que tais pessoas não consigam ser juízes, pois não têm caráter para isso.
Abraços!

yukipoa disse...

Obrigado por ter contado sua experiência pessoal.
Porém, o incidente é algo muito lamentável e inacreditável,pois modificaram uma resposta escrita com caneta.
Como é que pode,ne?

Diana disse...

Pois é né...
Sempre usei lápis e depois passava caneta por cima e entregava a prova. Quando algum aluno perguntava ao professor se podia entregar á lápis o professor respondia: pode mas depois não vou revisar as respostas que você disser estarem certas.
Dizem isso justamente pelo motivo que você citou.
É tudo questão cultural...educação vem de berço. Eu disse ao meu esposo que quero criar nossos filhos no Japão, para que eles aprendam o que é respeito e disciplina coisas que dificilmente vou conseguir ensinar e por em prática com meus filhos aqui no Brasil!

http://httposso.blogspot.com

Julia-Sama disse...

Isso é um triste costume! Infelizmente os pais não ensinam os filhos a melhorarem por que foram ensinados assim e tal... é triste, mas gostaria que mudasse um dia!

RESOL disse...

Meu Deus, qto drama!

Anônimo disse...

Olha, dizer que "num país cheio de regras não se tem liberdade" eu acho meio estranho. Com regras você pode ter toda a liberdade sim. Só que diferente do brasil (minúsculo), num país com regras, vc vai respeitar o seu próximo, vc não vai ser trambiqueiro, não vai dar um jeito para fazer as coisas. E se der, vai ser punido. Vc vai ter liberdade para colar na prova, para passar no farol vermelho, para fazer o que quiser, porém pagará por isso, diferentemente do que acontrece nessa buraco onde vivemos.

Anônimo disse...

mas também tem o outro lado: professores não profissionais, (uma minoria) também podem apagar a resposta certa de uma prova apenas para revidar alguma coisa que o aluno tenha feito em sala...

Fabio disse...

Até onde eu sei no Japão se usa caneta também, igual no Brasil, passando somente a RESPOSTA a caneta se for questões lógicas, ou todo texto a caneta. Japonês também faz sacanagem.

E nã precisa desse drama todo não, nos EUA foi assim tb quando fiz minha prova para obtenção de diploma de inglês.

Kelão disse...

Pois é... Sempre admirei o Japão neste sentido. =/ Sinto vergonha de morar no Brasil. De verdade.

Anônimo disse...

O japão pode ser considerado muito "tradicional" pro "mundo moderno"...
Algo como confiança, sinceridade e criatividade são coisas que tem no japão e NUNCA vão ter em abundância aqui, justamente pela diferença de costumes.
Não tenho vergonha de morar no Brasil, tampouco gostaria de ir pro japão, mas sempre tem os espertinhos que querem tirar vantagem, isso tem em todo lugar, mas no brasil é mais comum.

Anônimo disse...

O post mais RIDÍCULO que ja vi tentando criticar o Brasil!
O que lhe impede de expor as suas idéias a lapis e construir a sua resposta de caneta?
Meu querido e ingênuo amigo, perceba que nossa educação escolar é voltada para o "pós ensino médio", ou vc acha que existe a real necessidade de se estudar os inúmeros assuntos de matemática, física e quimica no terceiro ano? Estudamos por que será cobrado no vestibular, e como existem milhares de pessoas concorrendo, tem que existir um assunto extenso. Assim é com as provas e exames escritos, necessitam da segurança da tinta e da grafia do aluno, pois assim será ao sair da escola quando prestar um concurso público ou vestibular que seja.
NÃO COMPARE OS COSTUMES DE FORA COM OS DO BRASIL. Realidades diferentes, o que é bom para eles nao é necessariamente o correto.

Anônimo disse...

Sou professor e se um aluno responder as questões a lápis, eu apago e digo que ele não respondeu. Prova é documento e por isso deve ser escrita com caneta e sem uso de corretivos. O ideal é usar o lápis e depois passar a caneta.

Anônimo disse...

Acho que voce esta sendo um pouquinho dramatico... hehe... xD


Os estudantes brasileiros sao espertos e engenhosos... uns verdadeiros "ninjas da cola" (rsrs). E alguns sao bem cara de pau mesmo, a ponto de modificar uma resposta para receber nota mais alta. Achei que no Japao os alunos fizessem a mesma coisa, mas fico feliz por saber que ai eles sao mais sinceros... espero que um dia o Brasil seja assim! ^^

House disse...

Certo! Os brasileiros são uns sacanas tirados à espertos e os japas uns santos! Santos?! fala isso pra um Chines! hahaha Os japoneses são tão certinhos que escondem a verdade dos crimes de guerra praticados contra os seus vizinhos dos livros de histórias de suas crianças. Mas ninguém fala nisso ou pensa.... Pegue o que os nazistas fizeram às suas vitimas multiplique por 3 e vc terá o que os japoneses fizeram aos chineses. Não estou defendendo os chineses e nem o meu país que é o Brasil, apenas gosto da verdade. Em outras palavras, é ridículo essa mania de complexo de inferioridade e demonização que o brasileiro tem de si mesmo! Se no japão fosse mil maravilhas não teria policia lá, entre outras coisas.... E isso pra não citar a xenofobia praticada no japão contra outros povos...

yukipoa disse...

Obrigado pelos comentários.
Este costume de dar opinião de cada um é parte admirável do povo brasileiro, o que falta no povo japonês.
Eu não considero o Japão como país melhor e ideal.
Também eu não considero o Brasil como pais melhor e ideal
Cada pais tem tanto aspectos positivos e quanto aspectos negativos.
Minha função aqui no Brasil seria apresentar duas realidades distintas para dois povos refletirem sobre isso e adquirirem coisas boas de cada país.
;)

anapacheco07 disse...

- Cara isso não é costume de brasileiro, ctza tem japones q faz também como qualquer nacionalidade pode fazer independente do lugar, você que não deu aula tempo o suficiente no Japão pra pegar aluno fazendo isso.

- Se for pra melhorar os métodos de estudo, ou o ambiente da escola poderíamos começar mudando completamente tds os métodos que são utilizados hoje por todas as escolas que se baseiam no método tradicional, que é utilizado desde sempre e é + do que comprovado cientificamente um método ultrapassado e ridiculo que não traz a longo prazo nenhum conhecimento verdadeiro. Mas claro é mais facil continuar fazendo o msmo de sempre sem sair da nossa zona de conforto do que rever todos os nossos metodos. Enfim falar de uso de caneta ou lapis é um pouco sem noção né diante de uma perspectiva assim.

Myrella disse...

Infelizmente, é fato o que sua aluna te contou sobre alunos espertinhos. Assim como tambem é verdade o mencionado num comentário anterior sobre alguns porfessores cruéis que podem fazer "marcação" com algum aluno.
Acho que esse sitema de confiança aluno-professor deve ser trabalhado desde cedo nas escolas, o que infelizmente não acontece; E algumas regrinhas sempre existirão, pois em qualquer lugar há gente "espertinha".

Anônimo disse...

esconder tabelas essas coisas tamem é uma enganação, se japones fosse tao certo nao existia policia la, essas coisas existem em todos lugares, e pra quem acha que o Brasil é um lugar ruim , o que está fazendo aqui ainda????Vai la babar ovo dos japoneses, e os japoneses pq vieram aqui no Brasil se lá é tão bom????
Brasil, um país abençoado por Deus!

Anônimo disse...

Meu amigo, não tem nada de "jeitinho brasileiro" nisso. Concordo que "nós" brasileiros somos um povo maldito, que quer levar vantagem em tudo, só reclama da corrupção quando esta do lado desfavorecido etc. Da vontade de mudar de pais mesmo, mas em relação a escrever com caneta, para mim é lógico, pois a prova é um documento e aposto com voce que no Japão e em qualquer outro lugar do mundo, ninguem assina um documento com lápis. Nisso estamos certo! Nem vem.

Anônimo disse...

Que ridículo. Como foi dito, prova é documento, e não se assinam documentos com lápis.

Ah, e para os idiotas envergonhados de serem brasileiros, antes de atirar pedras no país, procurem se informar melhor.Fiz um intercâmbio de alguns meses no Japão elá onde eu estava as provas eram feitas de caneta sim, você até podia escrever de lápis, mas a resposta tinha que está escrita com a caneta.

Brasileiro tem mania de se menosprezar, e isso é o que mais me envergonha. Vocês acham que no Japão todo mundo é honesto? Fala sério... Vamos analisar/estudar nossas raízes, aí vocês entenderão melhor por que a maioria dos brasileiros tem esse sentimento de inferioridade e essa mania de querer levar vantagem em tudo.

Anônimo disse...

Um ditadinho brasileiro: "o mundo é dos espertos"
Sim, eu faço isso. E achei até fácil o modo de fazer provas no japão, Eu tiraria 10 direto.
Mas aqui nas escolas do brasil, acho correto o uso de fazer prova com caneta. Eu faço prova de caneta desde os meus 7 anos, e ja acostumei. O que eu acho infernal, é quando você faz questão de multipla escolha e ERRA A ALTERNATIVA.

Alvaro Augusto W. de Almeida disse...

Não se trata de um costume unicamente brasileiro. Basta fazer uma pesquisa no Google por "exam written in pencil" para ver que muitas instituições estrangeiras não aceitam provas a lápis ou, quando as aceitam, deixam bem claro que as notas das mesmas não serão revistas.

Cristu disse...

Vocês estão pensando no que é melhor, e não no que tem por trás, e acho que foi esse o objetivo. Assim como no Japão não há fechaduras nas portas porque eles confiam uns na consideração dos outros, na escola é a mesma coisa, afinal estão todos juntos na mesma situação de aprendizagem. Adulterar uma prova é se auto-sabotar. Se parar para pensar não há motivo para desconfiança na escola, ele está certo. E lápis pode ser tão bom quanto caneta se não desvirtuarem seu uso.

Nandoskenned disse...

Escola é lugar sagrado somente no Japão. No Brasil poucos se importam com isso, e os q se importam não fazem nada para mudar a situação. Eu sempre estive em guerra com professores, e nunca tentei de respeitá-los. Não me entenda mal, eu não fui um rebelde que só causava problemas para os professores, na verdade eu era bom aluno porque me comportava bem e tirava boas notas, no entanto eu não me importava com a opinião dos professores e nem os respeitava, eu apenas não tinha motivos para contraria-los. No ensino médio fiz parte de um esquema de "cola" envolvendo as matérias exatas e tinha vários truques para colar nas provas, dessa forma eu consegui concluir sem me esforçar em quase nada nessas matérias. e completei meu ensino médio trapaceando em todas as matérias exatas. Existem muitas pessoas como eu no Brasil, embora eu ache que não seja a maioria. Você acha isso um absurdo? Pois é, minha mãe também achou quando descobriu. kkkkk
Mas no fim não fez diferença alguma. Passei no vestibular com certa facilidade e fiquei empregado como qualquer pessoa comum. A forma como eu alcancei o sucesso foi irrelevante, o resultado foi o mesmo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics