quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Você prefere viver sob a inflação ou a deflação?

  Ao caro leitor

  Ultimamente eu tenho notado aumento significativo dos preços dos produtos, cada vez que eu ia ao supermercado aqui em Porto Alegre

  Aliás,desde que eu cheguei no Brasil em 1998, eu sempre precisava viver enfrentando a inflação, apesar de que já tinha acabado aquele hiper-inflação que os brasileiros sofriam em volta dos anos 90.

  Bom.Você preferia viver sob a inflação ou a deflação?

  A vida sob a deflação!? Está falando sério?Eu prefereria uma vida sob a inflação.

  Você pode imaginar uma vida sob a deflação?

  Para saber como é a vida sob deflação, eu vou lhe apresentar a vida no Japão.

  Segue a figura no qual mostra a transição de custo de vida no Japão desde 1950.

 
  Pela figura, você vai saber que o custo de vida no Japão ficou mais ou menos 8 vezes mais caro em 60 anos.Detalhe: o custo de vida não aumentou nós últimos 20 anos.

  Segue a tabela no qual mostra a transição de inflação no Japão desde 1980.


   Pela tabela, você vai notar que registrou deflação 11 vezes nós últimos 18 anos após o primeiro registro da deflação em 1995.

  A deflação em si não é uma coisa má, pois valoriza mais moeda circulada no país e o povo pode comprar mesmos produtos gastando menos dinheiro.No entanto, infelizmente isso não é a realidade no Japão.

  Segue a outra figura no qual mostra a transição da média da renda anual do assalariado no Japão nos últimos 15 anos.


  Depois que alcançou a maior renda : 4,670,000 ienes ( 118,800 reais ) em 1997, a média da renda anual do assalariado japonês vem diminuindo gradativamente e registrou 4,090,000 iens (104,000 reais) em 2011, caindo quase 13% em 14 anos.

  Tudo isso quer dizer que a vida dos japoneses está ficando cada vez mais apertada.

  Ou seja, apesar de que os japoneses em geral estão desfrutando a ótima infra-estrutura construida no passado, a vida em si não tem melhorado nos últimos 20 anos, o que se chama 失われた20年 ( duas décadas perdidas ).

  A economia japonesa está realmente estagnada e o povo japonês perdeu esperança sobre o futuro do Japão, o que poderá agravar a situação, pois o povo deixa de gastar dinheiro.

  Bom. Eu tenho assitido um programa de TV, no qual celebridades japonesas tentam viver durante um mês gastando apenas 10000 ienes ( 250 reais ).

  Normalmente duas celebridades fazem duelo neste programa, morando em apartamentos alugados pela emissora de TV, sendo filmados durante 24 horas que nem Big Brother Brasil, como mostra foto a seguir.


  Quem gastou menos dinheiro ganha. No gasto, inclui-se as contas de luz, água e gas, além da despesa para compra de alimentação.

  Credo,ne? Eu acredito que não dá para passar um mês só com 250 reais aqui no Brasil....

  Os participantes tentam economizar o máximo possível, comprando as alimentações de super promoções,diminuindo tempo de tomar banho,plantando sementes na varanda e comendo eles depois que eles crescerem, usando menos gás medindo tempo de cozinha por meio de relógio....

 
  Até agora todos os participantes conseguiram passar há 1mês gastando menos de 10000 ienes.Alguns até conseguiram sobrar 3 mil ienes...

  As tentativas deles fazem com que os telespectadores pensem em como nós devemos utilizar dinheiro de maneira mais prudente, na época em que não se aumenta nossa renda.

  Ou seja, o programa deve estar agradando telespectadores, já que nos dá muitas dicas para nossa sobrevivência na época difícil.

  Contudo, ao analizá-lo do outro ponto de vista, pode-se dizer que é muito deprimente. Acredito que o programa é um fruto da deflação durante muitos anos no Japão.

  Com certeza,nós sempre devemos pensar em economizar no dia-a-dia.No entanto, ao mesmo tempo, nós somos obrigados a pensar em aumentar nossa renda em vez de diminuir a despesa, pois é só assim que nós podemos viver felizes, com expectativa e pensamento positivo.


  Por isso, eu questionei no início deste post : Você preferia viver sob a inflação ou a deflação?

  A inflação até 5 % por aí é saudável e isso pode fazer o país crescer.É muito melhor do que a deflação que o Japão está enfrentando.

  O que eu não gosto é que alguns mercadores brasileiros aproveitam a oportunidade e aumentam os preços mais do que necessário.Assim, quem se prejudica é sempre consumidor,ne?

  Por último, eu vou deixar o que a mídia japonesa está dizendo em relação aos habito dos jovens japoneses que passavam quase as vidas inteiras sob a recessão.


1.      車離れ 
Os jovens deixaram de desejar comprar carros, pois eles consideram desnecessário, coisa de rico .

2.      海外旅行離れ
Os jovens preferem viajar dentro do país, pois é mais econômico e mais confortável.

3.      ブランド離れ
Os jovens preferem comprar produtos mais baratos com qualidade aos produtos mais caras só por eles serem da marca famosa.

4.      公務員志向
Os jovens tentam passar no concurso em busca da estabilidade financeira em vez de ganhar melhor trabalhando bastante na empresa privada de nome.


  O que você achou?Queria viver no Japão?

  A deflação pode mudar até pensamentos e habitos do povo.Que coisa!!

  No entanto,mesmo vivendo sob a deflação,nós não devemos deixar de consumir.

  Como a propaganda comercial do Borubon diz, "Economizar é comprar bem"

  ;)


Comentários
10 Comentários

10 comentários:

Anônimo disse...

cara vc nao conheceu a inflaçao no brasil nos anos 80 e no começo dos anos 90 era coisa de louco vc ia no mercado de manha era uma preço detarde ja era outro

Roberta C disse...

Nasci no começo dos anos 80 e passei parte da adolescência com a inflação descontrolada. Minha mãe não sabia nem quanto me dar de dinheiro para o refri na cantina da escola pois todos os dias mudava de preço. Cédulas carimbadas com remarcação de valores...número em milhões...e no ano anterior em que houve a transição pro Real tivemos uma moeda transitória por quase um ano acho (URV) onde tínhamos que consultar no jornal todos os dia o valor dela antes de sair de casa...tempos difíceis hehe

Ricardo T. K. disse...

com inflação ou deflação aqui no Brasil também cada vez mais a classe média procura concursos públicos, pois são empregos estáveis, com o salário garantido no final do mês!

Anônimo disse...

seu português até q é bem bom para um japonês , ainda que cometa alguns erros bem simples como analisar (com z) hehehehe
mas o que eu iria comentar é que é interessante esse pensamento oriental para a positividade , algo que se manifesta em algumas religiões ou seitas (como seicho no ie)

Nathy Quagliato disse...

Eu tenho uma curiosidade, Sr. Yuki.

Outro dia, assistindo ao Animal Planet, apareceu uma jovem japonesa que apoiava o Sea Shepherd, a organização que luta contra a caça ilegal de baleias e outros animais marinhos. Essa jovem estava apenas com os olhos de fora, argumentando que se seu rosto fosse mostrado na TV, ela sofreria sérias repressões sociais no Japão, além de talvez ser até deserdada pela família e também comentou que no Japão a Sea Shepherd é vista quase como a Al Qaeda.

Isso é mesmo verdade?

Seu blog é muito interessante e seu português melhora a cada post, parabéns!

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário,Nathy.
Na verdade, eu não conheço esse Sea Shepher bem.
Portanto,eu não vou poder responder.
Aliás, eu nem sabia que os japoneses caçavam gorfinho.
Só sabia que caçavam baleias para experiência.

Anônimo disse...

filhos dos dekaseguis nao conhecem o BR

Anônimo disse...

Inflação seria bom se o salário aumentasse no mesmo momento e na mesma proporção, o que no caso do Brasil não acontece, sobem os preços dos produtos e após alguns meses sobe o salário, e esse meses de diferença vão pra onde?
Financiamentos a longo prazo também são atualizados de acordo com a inflação se não me engano.
No Japão posso tranquilamente planejar a compra de algum produto mais caro, porque o preço não muda.
A taxa já é estipulada, os valores já estão certos. Assim mesmo fazendo financiamento você sabe bem o que vai gastar no final.
Você pode fazer também uma pesquisa por preços melhores, planejar suas despezas de acordo com o seu salário.
Não gostaria de ter que acompanhar os preços ou a inflação todo mês pra saber quanto do meu salário vai estar disponível.
Com a inflação de certa forma você perde a noção de valor porque o que você julgava muito dinheiro hoje, já não é mais o mesmo daqui a 2 ou 5 anos.
Moro aqui no Japão desde 98 e gosto muito dessa estabilidade da moeda. Os 10000 ienes que ganhei em 98 continuam valendo os mesmos 10000 ienes hoje(poder de compra) e pra mim que estava no Brasil na época da super-inflação isso é um paraíso.

Anônimo disse...

Preços subindo e "salários" caindo,
é estrangulamento.

THiago disse...

O que acontece é o seguinte, se a inflação fosse no Brasil para custo de vida da sociedade e a sua alteração através da demanda/oferta, nenhum brasileiro ciente da honestidade do outro iria sequer reclamar. A questão é que a inflação no Brasil é feita pelo roubo do dinheiro de impostos dos políticos de todos os produtos que tem imposto. Em média no Brasil os produtos tem um custo de 40 a 50% somente de carga tributária, e é nesse dinheiro onde a corrupção no Brasil acontece. Ou seja inflação é bom, sim, mas ter inflação para politico bandido jogar dinheiro fora no estrangeiro é o que chateia qualquer um.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics