sábado, 10 de março de 2012

Você racharia a conta com seu namorado!?

  Ao caro leitor

  Você tem namorada ou namorado?

  Quando sair com seu namorado, quem vai pagar a conta?

  Hoje eu gostaria de tratar sobre como casais japoneses pagam as contas.

  Antigamente quem pagava as contas no encontro de casal era homem.

  Homem que não paga as contas para sua namorada não era considerado como “男 ( Otoko )"( o homem ). Portanto, os homens precisavam dar jeito de pagar as contas pela sua própria honra como homem.

  Entretanto, segundo a pesquisa que eu vi no programa de TV japonesa, hoje em dia, 50 % dos jovens que estão na faixa etária 20 dividem as contas surgidas nos encontros com seu namorado ou sua namorada, o que se chama “ 割り勘 ( Warikan )” ( Rachar a conta ).


  Para ser mais exato, Warikan é dividir a conta que deu naquele dia. Ou seja, se o valor total das refeições consumido pelo casal for 100 reais, cada um vai pagar 50 reais.

  No entanto, pelo que os casais entrevistados no TV japonesa, um dos dois assume todos os pagamentos daquele dia e quem não pagou no primeiro encontro vai pagar todas as contas no próximo encontro e  assim por adiante.

  Eu entenderia esta prática completamente, pois ficaria meio chato dividir as contas entre casal cada vez que surgem oportunidades de pagar alguma coisa num dia. Se uma pessoa ficar responsável pelos pagamentos das contas naquele dia, ficaria mais fácil,ne?

  Então, como os namorados brasileiros pagam as contas nos encontros???

  Aplicar “Warikan” que nem os jovens japoneses ? Ou os homens que precisam pagar tudo, pois isso faz parte de cavalheirismo?

  Que seja, este costume de “Warikan” entre namorados jovens passou a ser praticado, porque as mulheres se promoveram pelas participações ativas na sociedades  japonesa e os poderes aquisitivos delas estão melhorando cada vez mais.

  Não tem porque quem ganha menos fica obrigado a pagar todas as contas nos encontros só por ele ser homem masculino,ne?

  Como eu sou da geração um pouco mais velha, eu gostaria de pagar para mulher nos todos os encontros com a intenção de manter minha honra de ser “o homen”, contanto que a minha condição financeira permite.

  Porém, o pior é que as promoções das mulheres na sociedade japonesa trouxeram as decadência dos homens nas sociedades japonesas. À medida que as mulheres ganhem mais salários, os homens ganham menos salários lá no Japão.

  Ou seja, hoje em dia, não é fácil achar um homem que ganhe razoavelmente bom no Japão.

  Hironicamente, sua própria ascensão na sociedade fez com que as mulheres fiquem na condição de praticar “Warikan” nos encontros, caso queriam manter relacionamento com homens.

  Será que o mundo está melhorando ou piorando para os dois sexos???

  Eu acredito que isso depende de cada pessoa.

  Porém, segundo a informação que eu vi no programa de TV japonesa, entre os casais que davam certos, os maridos ganhavam 30 % a mais do que as esposas.

  Isso quer dizer que Dinheiro não compra Amor, mas pelo menos Dinheiro sustenta Casal?

  ;)


Comentários
15 Comentários

15 comentários:

Eduardo disse...

Nos casais de pessoas do mesmo sexo, quem paga a conta é quem convida ou divide.
Nos casais heterossexuais(1 homem e 1 mulher) ocorre da mesma forma que no Japão: ora divisão de conta ou o método tradicional que é o homem pagaer a conta-eu acho o certo pois em qualquer lugar do mundo uma mulher gasta muita grana se vestir(roupa, cabelereiro, maquiagem, perfume, bolsa, etc.) para um encontro, ao contrário dos nós homens que basta um banho e melhor roupa de dia a dia.
Os japoneses costumam tomar banhos diários?

Renato Kunz disse...

Elas não só melhoraram seu poder aquisitivo, como também buscam ser mais independente, uma coisa levou a outra.

Meu caso por exemplo, eu me sinto envergonhado quando deixo minha namorada pagar a conta, seja dividindo a conta ou no sistema "Warikan" o que acontece as vezes, talvez isto seja algum tipo de machismo da minha parte, mas ainda vejo isso como uma falta de cavalheirismo.Porem, quando tento pagar toda conta, a minha parceira se enfurece e diz que ela é uma mulher independente que não quer precisar de homem nem um na vida.

Juliane disse...

Eu sempre racho com meu namorado, acho machismo essa coisa de o homem ter que pagar, se nós queremos ter direitos iguais começamos deixando de ter regalias.

E essa desculpa de que mulher gasta mais para se arrumar é desculpinha esfarrapada, hoje em dia o homem também se arruma bem e geralmente as mulheres se arrumam mais para se achar perante as outras mulheres. Os homem mal sabem quanto que custa tal bolsa ou tal scarpim, mas outras mulheres sabem.

O que você acha das baladas que mulher não paga para entrar ou pagam menos que os homens???

Flávia Laís disse...

Ainda bem que isso está mudando tanto no Brasil como no Japão, eu faço questão de dividir a conta cada um pagando o que consumiu. Assim não me sinto "comprada", não estou a venda não sou p***. Não gosto de ser submissa, eu sou formada e trabalho. Não nasci para ser dondoca.

Meu namorado também gasta com ele para mim, se mata na academia todo dia, gasta com suplementos, gasta com roupas, perfume, faz a barba todo dia e etc.. Assim como eu que vou no salão para cortar o cabelo, unhas, sombrancelhas, depilação e etc.. Gasto com maquiagens..

Eu luto pela igualdade.

yukipoa disse...

Obrigado pelos comentários.
O problema é que hoje em dia cada pessoa pensa de maneira diferente sobre como deve pagar as contas entre casal.
Há mulheres que queriam que os homens pagassem as contas e há mulheres que queriam pagar pelo menos suas partes.
O importante é que ter consenso ao respeito entre namorados para não chatear outro.
;)

Renato Kunz disse...

Não acho que a independência da mulher esta diretamente ligado com o fato de a mulher querer ou não dividir a conta no restaurante. Acho que este é um costume antigo do homem quando ele quer se mostrar cavalheiro com a mulher. Se ela quer ser independente, acho ótimo prefiro assim, mulheres independentes, tem opiniões mais fortes, são mais "pé no chão" e decididas do que as de mais,valorizo muito isso nas mulheres. Minha companheira é assim, e se ela não quer que eu pague toda conta, tudo bem, mas em certas datas especias eu faço questão de pagar tudo quando sairmos. Acho interessante que com o mundo mais globalizados algumas mudanças ocorrem quase que de forma simultânea em diferentes lugares do mundo.

Anônimo disse...

Eu e minha namorada rachamos a conta, mas como geralmente agente paga no cartão, é chato e demorado pedir para passar metade no meu cartão e metade no cartão dela. Uma vez ela paga e outra eu pago, as vezes eu fico meio assim porque o garçom dá a conta na mão do homem, então ela paga mais quando agente pede pizza ou vai em fastfood. Rachamos até o motel.

Mas hoje em dia isso tá tão normal, todos os nossos amigos casais também fazem o mesmo.

Nathy Quagliato disse...

Particularmente, eu não gosto quando meu namorado paga todas as contas do dia sozinho. Ainda sou estudante enquanto ele já trabalha, então é natural ele ter mais dinheiro que eu. Mas, ainda assim, gosto de poder pagar minha parte quando possível ou ajudar com algo, ainda que pouco.

Ele insiste em pagar algumas coisas sozinho, afirma que se sente bem pagando para mim. Então, temos esse pequeno acordo onde eu ajudo como posso e, quando eu estiver sem dinheiro, ele paga algumas coisas, como cinema ou lanches. Mas eu já afirmei que, quando eu começar a trabalhar, vou fazer questão de dividir tudo meio-a-meio. Afinal, um casal é composto por duas pessoas e elas devem se ajudar em tudo e não um deixar o outro sustentá-lo indefinidamente.

No mais, apenas um pequeno detalhe sobre o texto: se escreve "ironicamente", sem o H. Mas seu português é muito bom! Espero um dia ter essa fluência em japonês, também! ^^

Jéssica S.M disse...

Hum...
Quando eu saia com meu namorado (agora ex ) mesmo que ele oferecesse eu insistia e pagava sempre a minha parte. Pagava o que eu comia, o ingresso do cinema, e o que fosse minha conta.
Não me sinto bem deixando que eles paguem tudo sozinhos, até porque acho que em um relacionamento devemos nos importar com o outro.
Só que tem uma coisa, depois de um tempo, ele parou de oferer para pagar as coisas, eu sempre fazia sobremesas para ele em casa, almoço, e ele nunca me levou um docê, ou uma empadinha que eu tanto gosto,ou algo do tipo.(Que é bem barato, nem para mostrar carinho...)
Isso me fez ficar um pouco chateada, pois eu me importava que ele comesse bastante, mas ele depois não se importou comigo. Depois fiquei sabendo que ele gastou uma grana alta em jogos, fiquei chateada, eu economizava o dinheiro dele, mas não para gastar com coisas inuteis.
Para gastar com jogos, seria mais importante gastar com a namorada não acha?

Acho que também depende muito da condição financeira do homem, se for baixa, não vejo porque ele tem que se esforçar para pagar as despesas da namorada. Até porque, ela também tem que pensar nele, se ela o ama.
Acho muito romântico um homem se oferecer para pagar, mesmo que eu não aceite.

MillinhaXD disse...

hahahahahaha creio que vou ser a única daqui a admitir, eu gosto quando homem paga. Eu acho que é como uma demonstração de interesse, carinho e atenção.
Eu não me sinto de forma alguma inferiorizada por ele pagar.

Essa atitude me faz sentir protegida por ele.

Anônimo disse...

Eu gosto e sempre gostei que homem pague. Sou mulher, mas creio ser meio machista. Fui criada numa família onde todos os homens sempre pagaram, não só jantares, mas qualquer outro tipo de conta. Não acho ruim se tiver que rachar, mas eu sempre preferi que o homem pagasse, mostra que ele se importa, um carinho, um mimo, um presentinho, seja uma casquinha de sorvete ou um anel de diamantes. Cresci ouvindo da minha vó que, homem que não tem dinheiro para pagar um jantar, não tem capacidade de sustentar uma casa, talvéz por isso seja meio limitada nessa questão de "pra quem fica a conta?" Mas nada contra, se tiver que rachar, ok. Mas por poreferência, optaria por ele pagar.

Anônimo disse...

Tenho esse costume como obrigação nas minhas relações, desde a adolscência. NUNCA deixei que meus ex pagassem todas as contas, o que EU como, EU pago. Não vejo problema algum. Só deixo acontecer caso eles me chamem para sair e eu esteja desprevenida e eles sabendo disso, paguem, mas depois eu sempre acerto .
Já fui criticada(!) quando insisti em pagar minha parte, mas acho injusto o homem pagar só por ser homem.
Acho super feio da parte da mulher usar de desculpas para que o homem cubra suas despesas, porque gasta com maquiagem, gasta com roupa, gasta com perfume. E homem, não gasta não? ¬¬
Acho que numa relação onde se divide tudo ela flui mais harmoniosamente.

押田 ~龙 disse...

Nao me importo nem com um nem com outro acho que depende se um dia ele estiver sem grana eu pagarei o mesmo se eu estiver ele pagara se ambos tivermos dividiremos. Quando não tivermos arranjaremos coisas grátis a dois para nos divertirmos afinal a companhia e o que importa. Acho que a independência de qualquer um e sempre um ganho para a sociedade, pois e uma pessoa ativa. Ainda bem que as coisas mudaram e mudam ne espero que sempre para melhor!

Saulo disse...

De acordo com o que meus pais e aqueles a minha volta me ensinaram, eu pago as contas, mas se a mulher insistir eu aceito.
Eu pagando ou não estou me submetendo à suas vontades.

Nandoskenned disse...

Sempre paguei a conta pra minha namorada. Não ligo pra como as outras pessoas fazem, só sei que eu pago a conta por que eu sou homem, e homem paga a conta, ponto final.
Pra amigos e parentes a situação é diferente, mas pra namorada é o homem que tem pagar por uma questão de honra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics