quarta-feira, 13 de abril de 2016

Ao se casar,escolher sobrenome do marido é machismo!?

  Ao caro leitor

  Quantos nomes você tem?

  Dois, três ou quatro????


  Quando eu fiquei sabendo que alguns brasileiros têm até 4 nomes, eu não conseguia acreditar nisso.

  4 nomes!??? Precisa de tudo isso???Se eu tivesse 4 nomes, será que eu mesmo vou poder decorar meu nome completo!??

  Por exemplo, o nome completo do ex-presidente Lula é Luiz Inácio da Lula da Silva.

  Segundo a explicação do amigo brasileiro, o nome brasileiro é composto de seguinte maneira.

  Primeiro nome, segundo nome, sobrenome da mãe e sobrenome do pai.

  Barbaridade, tche!!

  Eu não quero tudo isso, não. De jeito nenhum.

  Meu nome já tem 4 Kanjis. Se tiver a mais dois nomes, meu nome terá 8 Kanjis na pior das hipóteses!!

  Geralmente os japoneses têm dois nomes : Sobrenome e primeiro nome.

  Sobrenome é o nome que você vai herdar dos seus pais. E primeiro nome é o nome que seus pais vão te dar.

  Como quem gosta de cultura japonesa sabe, a gente escreve ou fala sobrenome primeiro e primeiro nome depois.

  E você tem dúvida ao respeito de sobrenome, não é?

  Sobrenome de quem, do pai ou da mãe!???

  Na maioria das vezes o casal escolhe o sobrenome do marido.

  Aliás, quando a mulher se casar, é ela que troca seu sobrenome por sobrenome do seu parceiro.

  E esse hábito dava para mulher a sensação de que realmente ela se casou com esse marido, até há pouco tempo.

  Ao explicar sobre esse hábito ao um dos meus alunos, ele me comentou que isso pode ser considerado como machismo no Brasil...

  Eu nunca tinha enxergado esse hábito japonês como machismo.

  Entretanto, talvez ele tenha razão.

  Aliás, hoje em dia, muitas mulheres estão reclamando sobre esse hábito e estão exigindo o uso contínuo do seu sobrenome após casamento em busca de sua conveniência na sua carreira profissional.

  Usar seu sobrenome original mesmo após o casamento se chama de 夫婦別姓(ふうふべっせい).

  O hábito de que o casal tem que escolher um dos seus sobrenomes ao se casar está dando problema.

  Então, que tal adotar os dois sobrenomes que nem os brasileiros. Assim, será que não se resolve o problema, apesar de que nome completo fica comprido!???

  Por último, eu vou lhe passar outra informação ao respeito de nome.

  Nas ocasiões formais, os japoneses se chamam pelos sobrenomes um ao outro.

  Os japoneses se chamam pelo primeiro nome, só quando tem certa intimidade entre eles.

  Então, caso você for ao Japão, você tem que tomar cuidado com isso, apesar de que a grande maioria dos japoneses sabe o fato de que as pessoas ocidentais têm hábitos de se chamar pelo primeiro nome entre eles.

  ;)

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Gabriela Pinheiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriela Pinheiro disse...

Complicado isso... Eu mesma tenho 1 nome e 3 sobrenomes, uma colega minha tem 1 nome e 5 sobrenomes. já um outro colega que tem 4 nomes e 1 sobrenome.

4 nomes já é exagero né?! Parece "Nome de Rei" (expressão popular brasileira usada para pessoas que tem muitos nomes. trata -se de uma referência ao imperador do Brasil: Don Pedro I, vulgo: Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon).

Agora fica a dúvida: Será que esse costume de ter muitos nomes foi algo que nós herdamos dos portugueses ou foi algo que adquirimos ao longo da construção da nossa identidade nacional?!

....já em relação aos japoneses, ter apenas o nome do marido pode até ser machismo, mas tem que se levar em consideração que o Japão é um país de tradições milenares, que já existiam muito antes do conceito da palavra Machismo. Então acredito que tentar mudar isso, seria algo muito mais do que apenas alterar um costume e os japoneses (principalmente os idosos) poderiam enxergar como uma intervenção ocidental à identidade cultural do Japão.

Letícia Bernardino disse...

Aqui no Brasil, além de ser considerado machismo, é muito complicada essa vida de trocar de nome rsrs.
Tenho uma tia que se casou 4 vezes! E todas as vezes que se casou ela trocou o nome! Aí ficava com um nome comprido com vários sobrenomes, e é a maior burocracia pra mudar documentos, colocar sobrenome, retirar sobrenome.
Minha mãe trabalha com identidades e me contou que para mudar o sobrenome depois que se casa, tem que pagar, aí além da identidade tem o CPF, cartão do banco, etc. Acaba saindo muito caro e não compensa.

Anonimo disse...

Já ouvi dizer que homem japonês recebi o sobrenome da mulher quando a família dela tem mais dinheiro. Não sei se é verdade...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics