sábado, 11 de maio de 2013

O Brasil é pais rico enquanto o Japão é pais pobre!?

  Ao caro leitor

  O Brasil é considerado como um país rico, já que tem recursos naturais em abundância tais como petróleo, minéiro de ferro,além de ter um território enorme,no qual pode produzir diversos safras tais como soja, açucar e carne de gado.

  Ou seja,os brasileiros podem sobreviver vendendo só produtos primários ( 一次産品 ), em princípio.

  Nessa altura, será que o Brasil precisa de muitas pessoas qualificadas com ensino superior?


  Não.Basta ter muitos operários que só sabem colhê-los.Isso quer dizer que não precisa de educação de alta qualidade aqui no Brasil.

  Aliás, para governar o país melhor, do ponto de vistas dos políticos, é melhor não qualificar os povos brasileiros,pois o povo com educação fica revoltada contra o governo com o passar do tempo.

  Por isso, há duas classes sociais no Brasil, super ricos ( dominadores ) e pobres ( dominados ), ao longo da história brasileira, desde “descobrimento” do Brasil até atualidade, como se fosse uma coisa natural que jamais se mudará.


  Então, como o governo brasileiro trata de outras indústrias, pois os brasileiros não têm como sobreviver só com produtos primários?

  Aliás,todos os brasileiros querem levar uma vida descente como uma vida nos paises desenvolvidos.A medida que o governo brasileiro precisava tomar para resolver essa problema é muito fácil. 

  Basta exportar os produtos sofisticados dos outros paises desenvolvidos ou convidar as empresas multinaionais para instalar suas fábricas no território brasileiros para suprir aquelas indústrias que faltavam por aqui.


  Desta maneira, além de conseguir desfrutar os produtos de alta qualidade, os brasileiros terão oportunidades de trabalhos!!

  O que os brasileiros tinham que pagar por isso?

  É um produto com preço elevado, que é resultado das acumulas dos montes de impostos. E “só” isso praticamente.


  Na verdade, não.O povo brasileiro está perdendo oportunidades de adquirir seu conhecimento ao longo do desenvolvimento desses produtos...

  Por outro lado, o Japão é considerado como um país “pobre”, já que praticamente não tem nada de recursos naturais.O pior é que 80 % do território do país pequeno é serra, na qual não tem como utilizar como campo para cultivo de algumas coisas. ( A parte que está com cor marrom é serra na mapa do Japão a seguir.)


  Ou seja,os japoneses não têm como sobreviver vendendo produtos primários para outros paises que nem os brasileiros infelizmente.

  Aliás, o único jeito que o Japão pode sobreviver em pleno século 21 seria inventar vários produtos atrativos que agradam consumidores do mundo inteiro e vendê-los.

  Importando produtos primários dos paises “ricos” e exportar produtos industrializados utilizando esses produtos primários.Os paises que não têm recursos naturais como Japão são obrigados a adotar esse sistema de sobrevivência, querendo ou não.

  Durante esse processo de transformar produto primário em produto sofisticado, o que você ahca que precisa?

  Conhecimentos, técnologia,idéia inovadora, criatividade e bla bla bla...

  Para um povo adquirir tudo isso, para que um governo precisa investir?

  É EDUCAÇÃO,ne? É óbvio.


  Infelizmente o Japão não vai poder sobreviver sem educação de alto nível num mundo tão globalizado como agora.

  Por isso mesmo, os pais japoneses investem muito dinheiro nas educações dos seus filhos desde criança e sua concorrência entre os jovens fica cada vez maior.

  Quem quiser levar uma vida boa precisa passar sua juventude praticamente só estudando, e mesmo depois que conseguir um trabalho bom numa epresa de primeira linha, você precisará trabalhar muito para você se destacar e conseguir uma promoção na empresa.

  Muitos jovens e asalariados não conseguem surperar esses desafios ou não consegue responder às expectativas dos outros e acabam desistindo dos seus estudos e seus trabalhos.Como o Japão é um país que não dá segunda chance para pessoas, fica difícil voltar a estudar ou a trabalhar posteriormente.

  Por isso mesmo,a maioria entra na depressão e acaba perdendo a vontade de estudar e trabalhar na sociedade.É outra maneira de produzir pessoas “inativas”, ou melhor, bababundo em português.

  No pior caso, as pessoas que estão nessa situação acabam escolhendo suicídios para se livrar da cobrança pela sociedade, como eu já tratei num post. Tem registrado mais de 30 mil suicídios há mais de 10 anos no Japão.


  Você acha que um país como esse é um país desenvolvido ( 先進国 )?

  Claro que há japoneses inteligentes e admirados que conseguem se dar bem na vida inventando produtos maravilhosos graças aos seus esforços e seus talentos.

  No entanto, essas produtos foram desenvolvidos em sacrifícios das pessoas que dedicaram aos seus trabalhos. A sociedade japonesa precisava pagar com as vidas das pessoas que suicidaram para ter esse resultado “positivo”.

  As pessoas do mundo, inclusive brasileiros, estão desfrutando esses produtos maravilhosos produzidos em sacrifícios dessas pessoas....

  Aí eu penso o seguinte.

  Apesar de que os brasileiros estão pagando muito caro para comprar esses produtos, pelo menos eles estão vivos nesta planeta e estão aproveitando vidas utilizando esses produtos e serviços.


  Nessa altura do campeonato, quem é mais feliz entre japonês e brasileiro?

  Ultimamente os japoneses têm começado a pensar ao respeito sério.Porque finalmente os japoneses deram contas de que não adianta viver bem cercado de inúmeros produtos de alta tecnologia, se eles vivem com muito estress no dia a dia devido às cobranças rígidas por parte da sociedade.

  Quando eu morava no Japão, eu pensava que trabalhar duro lhe garantiria uma vida descente e isso poderia ser até uma missão para vida toda.

  No entanto, depois que eu conheci muito brasileiros que se importavam em aproveitar a vida, eu começei a aceitar os pensamentos dos brasileiros gradativamente.

  Não vale a trabalhar tanto se isso não vai lhe trazer a felicidade ou isso faça perder ocasião de se divertir e curtir a vida....

  Claro que cada um tem sua maneira de curtir a vida. Portanto, trabalhar duro para fulano é uma felicidade e tanto.....

  De qualquer maneira,enxergar o mundo com outro ponto de vista já é algo bom ao meu ver.

  Eu, pessoalmente, gostaria de viver numa sociedade equlibrada que tem harmonia com tudo....O que você acha?

  ;)


Comentários
16 Comentários

16 comentários:

Anônimo disse...

Cada sociedade tem seus prós e contras. O Japão se viu obrigado a se desenvolver principalmente no período imperialista. Teve a revolução Meiji porque não queria ter o mesmo destino da China e dos países asiáticos que sofreram a colonização. No mundo de hoje países pobres em recursos precisam investir mais em educação e tecnologia para se equiparar aos mais ricos em recursos naturais.
Mas os países mais avançados e prósperos também tem maior poder de influenciar culturalmente, veja como o Brasil é dominado pela cultura americana, hollywoodiana etc. O brasileiro precisa pagar caro para ter em parte o mesmo nível de sofisticação e qualidade de saúde que um japonês tem. Em verdade a maioria aqui não tem dinheiro para tanto.
Outro fator importante são as crenças religiosas. A maioria dos japoneses tem alguma crença no pós morte? principalmente os suicidas?
O povo brasileiro em geral tem crenças religiosas o que tende(TENDE) a afastá-lo um pouco das revoltas ou indignações quanto às dificuldades da vida. Se uma pessoa não acredita no além, numa futura recompensa pelos sofrimentos presentes, sua vida somente é o agora (carpem die). Veja quantos templos evangélicos surgem, quantas seitas surgem no Brasil, como doam dinheiro aos pastores. São pessoas mais propensas a aceitar as dificuldades. NEM TUDO PODE SER RESUMIDO SOMENTE NO ÂMBITO ECONÔMICO. ISSO É UMA VISÃO MARXISTA, O VELHO MATERIALISMO HISTÓRICO.

SUGESTÃO: Gostaria de ver uma reportagem sobre a religiosidade dos japoneses, no que a maioria acredita, se possível no que os suicidas acreditam, se existe uma estatística sobre. Quais são as principais religiões, como funciona esses sistemas de crenças.
obs: as exceções confirmam as regras.

milca disse...

oi professor. acho legal o japão ter segurança, boa escolaridade e etc, mas acho que deveriam aproveitar mais a vida.dá pra fazer as duas coisas .notei no mapa que as áreas planas estão próximas ao mar e porisso sujeitas a tsunamis.não sobra portanto muito espaço para se viver certo? estou conhecendo o japão pelo google e to achando lindo.Diz ai, tem saudades? gostaria de saber o que é preciso para dirigir automoveis no japão alem do carro rsrsrsrs.as placas estão em que lingua?

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário.
A segurança pública,comida boa e conveniência são aspectos positivos do Japão.
Por isso,eu tenho saudade dessas coisas.
Para dirigir carro,precisa-de carteira de motorista.
As placas estão escritos em japonês.
;)

Anônimo disse...

se o brasil tivesse a segurança do japão pra mim o brasil seria quase perfeito.

Renato disse...

O Brasil é um dos países que mais possuem recursos naturais no mundo,e o que mais possui recursos naturais biológicos, porem o Brasil ao longo da história não investiu na educação, logo não desenvolveu tecnologia que lhe permitisse explorar esses recursos com maior eficiência, tornando-se dependente de tecnologia importada para explorar os propios recursos. Agora o Brasil lentamente investi e amplia seu potencial tecnológico, no dia que alcançarmos isso, seremos como o Estados Unidos, um páis rico em recursos e tecnologia. O Brasil hoje produz petróleo suficiente para sustentar quase que todo o consumo, porem não possui tecnologia para refinagem, mas a extração em terrenos marítimos já é a tecnologia mais avançada, também possui uma das maiores tecnologias do mundo para aviões de carga e transporte.

Tayzun Yamato disse...

E muito notorio que num sentido amplo a de se pouco concorda com o titulo da postagem, devido ao fato do Japão se o 3º país mais rico do mundo, um dos mais desenvolvidos países do mundo poderia se afirma com toda certeza que o melhor lugar para se viver no mundo seria o Japão. Eu acho pouco provavel que existe em sí um país totalmente auto-sustentavel que não precise em sí importa nada de materia prima. O Brasil importa muita carne assim como exporta tambem. Japão e um grande exportador de tecnologia e de automoveis e por ae vai, e pouco nota-se que a população faça consumo de carne de animais comumente consumidos na america latina, tambem e notorio que eles dão bastante preferencia ao consumo de animais maritimos, nesse sentido pouco haveria se de importa em carne para o pais pos mesmo ele não sendo grande produtor de carne de outros tipos produz muita carne de animais maritimos nesse sentido tambem e correto afirma que ele exportaria um numero significante de carne de animais maritimos. De fato observando outros fatores notaremos que o Japão possui pouca produtividade em campo de fato a população esta acostumada bastantemente a facilidade de vida urbana não optando por profissões no campo, então e evidente que a produção de produtos agricolas do genero tende a ser baixa, eo pais tendera a importa mais produtos do genero para atender a população. Certamente educação e um fator decisivo em relação a produtiva no campo ou inves do meio urbano, pois poderia dizer que pessoas qualificadas tendem a trabalhar em altos posto do meio urbano enquanto aqueles pouco qualificados tendem a trabalhar no campo por falta de opção ou falta de estudo como ocorre aqui no Brasil. Felicidade e algo de extremo grau de abragencia com tudo poderiamos dizer que o trabalho ea essencia da felicidade, por que existem tambem as diferenças entre o trabalho da essencia do ser, eo trabalho alienado, o trabalho da essencia do ser sera aquele primeiro passo para por o ser em movimento, estamos em constante trabalho a vida e um constante variavel de graus de felicidade, temos que buscar de fato o trabalho que nos satisfa-sa aquele trabalho que ao realizarmos estaremos felizes com ele do contrario se você trabalho so pelo fruto doçe este um trabalho alienado o trabalho e de suma importancia para homem, contudo não devemos buscar aquele trabalho que não nos satisfaça ah não ser que seja em ultimo recurso trabalhamos prodiamente dito para alcançar somente o dinheiro bem da felicidade toda? e não trabalhos em pro da realização da felicidade toda em sí, o trabalho alienado e um problema, homem deve trabalhar para ser feliz trabalha-se não pelo dinheiro e sim pelo prazer de exercer o trabalho em sí, o dinheiro e so uma consequencia do trabalho que exercemos e como um fruto que precisamos consumir para realizar manuntenção da vida, sem o fruto de acordo que não se teria vida, com tudo devemos manter de fato o equilibrio acima de tudo devemos exercer um trabalho que nos deixa feliz, ea mesmo tempo que nos recompense em sí. (acho que digitei muitas coisas que não tinha nada haver com assunsto abordado, de fato poderia notar-se que sim, porem seria correto dizer que não pois a Felicidade e algo de extrema complexidade que praticamente e dificil não haver algo que não a englobe.)

milca disse...

oi professor gostaria de saber se a carteira de motorista pode ser do brasil, se temos que passar por algum teste antes de dirigir.se as placas estão em japones como saber se estamos infringindo alguma lei ou indo pro lugar certo?

Anônimo disse...

Tayzun, o Japão não produz peixes, ele pesca, ele tem a maior frota pesqueira do mundo. Resultando em 15% da pesca mundial,levando algumas entidades a acusarem o país de estar colocando em risco de extinção alguns peixes como o atum. E também foi criticado por apoiar a pesca de baleias. E mesmo assim o Japão não é auto-suficiente em relação aos pescados, ele importa 10% do total consumido. Um exemplo é o Salmão chileno, o mesmo consumido pelos brasileiros. O Japão é auto-suficiente em arroz, que é o produto mais protegido, senão comprariam mais barato da China, Indonésia, Vietnan e etc.. Para proteger o mercado interno o arroz importado é sujeito a tarifas de 490%.

E o Brasil importa carne bovina por questão cultural, principalmente a picanha Argentina e Uruguaia. Lá esse corte não é valorizado, aqui se consome toneladas nas churrascarias. Em compensação lá é mais caro cortes como o bife ancho e o bife de chorizo, que é o contrafilé brasileiro. O Japão importa carne bovina principalmente da Austrália e depois dos Estados Unidos. Pelas mudanças de hábitos alimentares dos japoneses, principalmente pelos jovens, o consumo da carne bovina tem aumentado chegando até a igualar com os pescados.

Anônimo disse...

é um assunto dificil de discutir entre os leigos, mas sabemos que o Japão valoriza melhor seus proprios. agora quem vive melhor,mais feliz depende do ponto de vista de cada um.voce chega numa situação de; trabalhar para viver ou viver para trabalhar; rico infeliz ou pobre feliz ; e por ai vai. Que o Japao sobressai economicamente superior e muito o Brasil isto é verdade

Anônimo disse...

injusto e impossível comparar uma ilha como o Japão a um país continental como Brasil em termos de riquezas naturais... Se comparar a educação de um cidadão médio japones a um brasileiro, ai sim verá a imensa diferença. A sociedade japonesa é milenar... os conceitos morais e éticos são muito diferentes. Mas não estou dizendo que são melhores, são diferentes. Por exemplo, no Japão se valoriza quem trabalha, aqui no Brasil se valoriza quem não trabalha. No Japão tem-se muito respeito, aqui no Brasil, respeitar significa humilhar-se a outro, ser inferior, por isso respeitar é sinal de inferioridade. Não tem como comparar uma com a outra... mas ambas tem seus lados positivos e negativos, e acho q ambas ficariam muito melhor se pegassem oq existe de melhor uma das outras. Pois se complementariam.

Anônimo disse...

O problema do Brasil não é a educação " de escola". Não seria nescessário alguém ter um curso superior para saber que é errado matar, roubar, não preservar o meio ambiente, etc. Está faltando aquela educação de princípios familiares, de boa convivência em sociedade, de honestidade, na qual nehum curso de ensino superior será capaz de ensinar...

Anônimo disse...

Yuki-san ao contrario do que se pensa ,para um país melhorar a educação não é necessario aumentar a carga horaria das crianças e adolescentes,muito menos tirar delas a infancia colocando-as em aulas de reforço logo no inicio da vida.
Um exemplo do que eu falo é a Finlandia,uma país pequeno e dependente de exportação assim como o Japão ,a Finlandia possui a melhor educação do mundo, na Finlandia o sistema educacional diminui a carga horaria de estudo na escola, a carga de tarefas de casa e a quantidade de provas para avaliar os alunos.
Assista um documentario sobre a educação da Finlandia ,e vera que tudo se trata das escolhas do país para o tipo de educação.

ガブリエル教師 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ガブリエル教師 disse...

Lembrando que o Japão é atualmente o 3º país mais rico do mundo enquanto que o Brasil é o 6º.

Anônimo disse...

Meu caro, para um japonês você domina bem a língua portuguesa hein...
Quanto o que foi dito em seu post, a vida de povo japonês é difícil em sua realidade e a do brasileiro também difícil na sua. O que diferencia é a cultura, enquanto no Japão qualidade é sinonimo de tudo e a cobrança está unida a isso, aqui no Brasil impera o conformismo sem contar o velho jeitinho conhecido internacionalmente do povo brasileiro.
O fato é que a culpa real da situação por aqui, está no povo. Você pode achar estranho eu falar isso mas, sim, o povo é o culpado. A ausência de um nacionalismo, a falta de valores, desinteresse na política, estudo e até mesmo de informação, torna o brasileiro um dos povos mais ignorantes do planeta.Bem se você ligar a sua TV observe a grade da programação, outro exemplo veja os jornais, há uma padronização de informação absurda atrelado ao fato do povo não ler, resulta em uma facilidade incrível de manipulação. Eu lhe digo dê a este povo comida,shows,futebol, um bolsa família e tudo se resolverá.
Completando, os políticos vem de onde se não do povo?! ora, se o povo é corrupto, logo os seus representante o serão também!!!

Anônimo disse...

Concordo com algumas coisas que você disse,no Japão a competitividade é absurda,além das inúmeras cobranças e pressão das pessoas ao seu redor,mesmo que teoricamente isso não seja ruim,pois competitividade dependendo da maneira e da situação em que ela aparece pode ser algo construtivo,se for algo em excesso que ocorre nessa sociedade, uma pressão exagerada pode acabar sendo algo destrutivo,mas mesmo assim, admiro a educação e o respeito do povo japonês,embora às vezes eles possam ser exigentes e cobrar demais dos outros.Só que também não se deve ser que nem o Brasil,país lotado de pessoas conformadas com a realidade muitas vezes medíocre em que vivem,sem ter coragem de se manifestar ou de pelo menos tentar progredir,ou então pessoas desonestas que passam por cima dos outros como uma forma mais fácil de se subir na vida,pois não tiveram uma educação moral e intelectual correta, e mesmo que digam que isso tem em todos os lugares,no Brasil há uma quantidade inacreditável de pessoas desonestas,tanto políticos,como funcionários públicos e outras pessoas,e que ainda por cima,não são punidas pela justiça como deveriam,eu sei que isso não tem muito haver com o assunto citado neste post,só queria expressar minha e dizer que se o Brasil tivesse pelo menos metade da educação,força de vontade e respeito do povo japonês,esse país já seria um lugar muito melhor,pois sem educação e a infra estrutura necessária o Brasil também não será capaz de sobreviver somente com seus recursos naturais,portanto não ache que o estilo de vida brasileiro é melhor ou mais agradável que o estilo de vida japonês,é até difícil comparar duas culturas tão diferentes,e como outros disseram cada lugar tem seus problemas,se pelo menos o Brasil não fosse relaxado e conformado demais e o Japão não fosse exigente e rígido demais.Um teria que aprender um pouco com o outro.E quem me dera que fosse verdade que os brasileiros desfrutam da tecnologia que os japoneses contribuíram para desenvolverem como você disse,mas a realidade é outra muitos não tem oportunidades nem condições de desfrutarem das tecnologias mais modernas e mais avançadas,aliás muitos não tem nem dinheiro para curtir a vida como você citou,tem pessoas que o salário mal dá pra comer direito

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics