sábado, 14 de janeiro de 2012

Os japoneses aprendem muitas coisas com os chineses!?


  Ao caro leitor

  Os brasileiros aprendem algumas coisas dos outros países na escola?

  Não?

  Os japoneses aprendem muitas coisas dos outro país na matéria de japonês na escola.

  Com qual país os japoneses aprendem?

  Dá para adivinhá-lo, ne?



  Eis China.

  Ao longo dos 2 mil anos de histórias, a China sempre foi país mais desenvolvido  do que o Japão e era uma referência na Ásia.

  Só nos últimos 150 anos o Japão foi mais desenvolvido do que a China. Pelo jeito, esta situação poderá inverter logo.

  Como você sabe, o Japão importou Kanji ( ideograma ) da China mais ou menos no século 6.Os japoneses inventaram Hiragana ( letras fonéticas ) e Katakana ( letras fonéticas ) baseado em Kanjis. Desde então, os japoneses começaram a utilizar três tipos de letras juntos.

  Ou seja, até que os japoneses inventaram suas próprias letras, eles importavam texto escrito tudo em Kanji e interpretavam o texto.

  Este tipo de texto escrito tudo em Kanji chama-se Kanbun em japonês e é uma das matérias que os alunos japoneses aprendem na aula de japonês na escola.

  Aliás, os japoneses aprendem Kobun ( o texto escrito sob gramática antiga de japonês entre século 8 e 18 por aí ) e Gendaibun ( o texto comum  ), além de Kanbun.

  Porém, gostaria de lhe avisar antecipadamente que os japoneses não entendem nada de chinês e nem sabe falar e escrever, mesmo que aprendam Kanbun, pois nós utilizamos algumas técnicas auxiliares para conseguir interpretar o texto corretamente.

  Os japoneses aprendem morais e muitas lições de vida através dos contos antigos da China na aula de Kanbun.

  Gostaria de lhe apresentar um dos meus favoritos aqui.


  Antigamente um adivinho velho morava na região norte da China.  Na região mais para norte um povo chamado de Ko morava e tinha fortaleza na fronteira.
 

  Um dia o cavalo do velho fugiu em direção ao país Ko. Como cavalos criados nesta região eram de qualidades e davam para vendê-los caros, os vizinhos visitaram a casa do velho para consolá-lo. Só que o velho nem se importava com o incidente e disse o seguinte.
 

  "Este incidente poderá trazer felicidade"
 

  Alguns dias depois, o cavalo que tinha fugido voltou trazendo muitos cavalos bons do país Ko. Portanto, os vizinhos visitaram a casa do velho para comemorar a volta do cavalo. Aí, o velho disse o seguinte tranquílo.
 

  "Este incidente poderá trazer desastre"
 

  Passando algum tempo, o filho do velho caiu do cavalo e quebrou a perna. Os vizinhos visitaram a casa de velho por lamentar o que aconteceu e o velho disse o seguinte.
 

  "Este incidente poderá trazer felicidade"
 

  Um ano depois, o povo Ko veio atacar a fortaleza. Todos os jovens que moravam na região partiram para lutarem na guerra. Graças a Deus, eles conseguiram defender seu pais, mas a grande maioria faleceu na guerra.
 

  Contudo, como o filho do velho estava machucado, ele nem precisou participar da guerra e se sobreviveu.

" 人間万事塞翁が馬 (Jinkan Banji Saiouga Uma) "


  Este conto todo está por atrás desta frase curtinha.

  Ou seja, ao falar esta pequena frase, a gente lembra a história toda e lição de vida contida no conto.

  Eu sempre me lembro deste conto cada vez que aconteça incidentes aparentemente ruins. Assim, a gente nunca se sente “Azarão”,ne?

  ;)

Comentários
15 Comentários

15 comentários:

C.F. disse...

Então, como dizem aqui, há males que vem para bem, mas também há bem que vem para males o.O

Reginatto disse...

Que legal esse post. Mas tenho curiosidade de saber de um japonês como é a relação dos japoneses com os chineses?
abração

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário,Reginatto.
Na verdade,a relação entre japoneses e chineses não é boa como deveria ser, devido o que aconteceu durante guerra entre dois paises.
Só que não adianta ficar lembrando do passado, que nem namodarodos brigando por causa do incidente passado.
Assim, a relação nunca melhora.
;)

Gabrielle disse...

Ei yukipoa, seu blog é fantástico!
Sempre que posso visito seu blog para ver se há novas postagens.
Tenho uma pergunta de extrema importância para lhe perguntar: Existe curso superior (faculdade, universidade) de Letras - Português no Japão?

yukipoa disse...

Obigado pelo comentário,Gabrielle.
Sim.Existe curso de letras :português em algumas universidades do Japão.
Porém, a maioria dos formados arruma empregos nas empresas que não tem nada a ver com seu estudo na universidade.
;)

rafa disse...

BRASILEIROS NAO APRENDEM COM OUTROS PAÍSES?? como assim?
-nosso alfabeto e idioma foram inventados FORA do Brasil..
-sem falar q comercialmente copiamos muito dos EUA..
-aprendemos a feijoada e a caipirinha d escravos AFRICANOS..
-futebol? dos ingleses.. carnaval e samba tb são importados, cara!!
O início do seu comentário é bem mal informado.

Anônimo disse...

Os chineses também aprenderam bastante com os japoneses...durante a invasão do Japão...

Celso disse...

Rafa você sabe ler ?
" Os brasileiros aprendem algumas coisas dos outros países na escola?
Não?"
Ele colocou uma interrogação no final,mas não afirmou que o brasil não aprendeu nada com o paises lá fora.. presta atenção

Anônimo disse...

Eu também adoro esse conto, é brilhante. Conheci através de um professor de ética geral, na faculdade.

Anônimo disse...

Parabens,eu gostei bastante do post,seu blog é mt interessante!
Mas,respondendo a pergunta"os brasileiros aprendem algumas coisas dos outros países na escola?
Sim,e muito!Principalmente em geografia,historia,inglês e artes! aprendemos sobre os outros países e até na nossa cultura mesmo existem vários traços que outros países trouxeram.O Brasil é uma mistura de varias raças,então aprendemos o tempo tudo,e acho tudo isso muito lindo na nossa cultura!

Anônimo disse...

Parabéns pelo blog!
Mas respondendo sua pergunta"Os brasileiros aprendem algumas coisas dos outros países na escola??"
Sim,os escolas brasileiras ensinam sobre a cultura de outros paises,principalmente nas matérias:historia,geografia,inglês e artes.Até na cultura brasileira nos vemos os traços de outras culturas!o Brasil é um páis que contem varias etnias e raças,então estamos aprendendo o tempo todo!E eu acho tudo isso lindo no Brasil
*-*Concerteza seria um erro responder a essa pergunta dizendo que "Não"!

Anônimo disse...

os dois anônimos de cima,são a mesma pessoa ta gente? é que eu escrevi duas vezes a mesma coisa pq achei q não tinha ido!kkkk ^^

Tassio Bruno F. S. disse...

esse conto me fez lembrar da historia de josé, q decifra os sonhos do faraó: 7 vacas gordas, 7 anos fartos, 7 vagas magras, 7 anos de ruim, logo, guarda-se dos s]7 anos fartos. nao sei se tem haver, mas me ocorreu. :)

Sero disse...

Muito interessante tudo isso! Gostaria de saber mais sobre as maneiras que os japoneses usam para interpretar esses textos todos em kanji hoje em dia. Me interesso muito por isso, saber como foi essa relação entre um idioma com caracteres tão "estranhos" até ser absorvido pela cultura japonesa.

莫康威 disse...

Que legal encontrar uma expressão idiomática que eu aprendi em chinês explicada por um japonês num blog em português. :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics