domingo, 15 de janeiro de 2012

Como você frequenta à escola!?

 
  Ao caro leitor

  Como você frequentava à escola de ensino fundamental no Brasil?
 
  De ônibus, carro, ou Kombi?

  Como a segurança pública no Brasil é comprometida, os pais brasileiros precisam tomar o máximo cuidado para deslocação dos seus filhos às escolas, ne?

  Neste aspecto, o Japão é paraíso.


  Quando eu frequentava à escola de ensino fundamental, eu ia à pé com minha turma composta de 5,6 alunos da mesma lote todas as manhãs.

  Havia alunos de primeiro ano até de sexto ano nessa turma e o aluno mais velho era líder da turma e se responsabilizava por cuidar os alunos mais novos da turma.

  Esta maneira de ir á escola chama-se “Syudan Toukou (Ida à escola em grupo)”, o que é uma prática bastante utilizada principalmente no interior do Japão.

  A distância entre a escola e a minha casa era mais ou menos 2.5 km. Portanto, eu caminhava por 30 minutos todos os dias durante 6 anos, mesmo no dia da chuva ou tempestade.

  Na volta, normalmente eu voltava para casa com  1 ou  2 amigos meus. Porém, tinha até ocasião em que precisava voltar sozinho....

  Um menino de 7 anos vai voltar para casa sozinho caminhando por 30 minutos na rua onde tem trânsitos.
Você nem conseguiria acreditaria nisso, ne? Eu lamento por a situação desfavorável no Brasil.
  
  Dificilmente eu vejo crianças caminhando em direção à escola nas ruas. O que eu vejo é só os pais ricos buscando filhos de carrão na frente da escola particular no horário de almoço ou no final da tarde...

  Coitados das crianças brasileiras.....

  Minha mãe era muito radical neste aspecto.

  Aos 7 anos, eu comecei a aprender natação na escola de natação. A escola ficava 30 km da minha casa.
 
  Para frequentar a escola, eu precisava pegar um ônibus e um trem.

  Levava 20 minutos até ir de ônibus à estação de trem. Depois levava mais 20 minutos para ir de trem até o destino onde tinha a escola de natação. Daí precisava caminhar mais 10 minutos. Portanto, incluindo tempo de espera, levava mais de 1 hora só para ida.

  Por incrível que pareça, minha mãe mandava eu ir à escola de natação sozinho, depois que ela me mostrou como eu podia ir lá uma vez.

  Acredito que é uma coisa que os pais brasileiros jamais fariam no Brasil. Porque um menino de 7 anos pode ser assaltado no caminho a qualquer hora, além de ter perigo no transito.

  Eu ainda me lembro de que algumas vezes deu até a vontade de chorar na escuridão á noite na volta.
Por isso mesmo, nem os pais japoneses jamais fariam o mesmo lá no Japão hoje em dia.

  O que quer dizer com isso é que a segurança pública no Japão era boa e continua boa apesar de ter piorado um pouco ultimamente.

  Contudo, segundo a reportagem que eu li, há pais que mandam filhos levarem celular com GPS contra sequestro no Japão.

  Nossa!!!.....

  Nossa..., assim que você me mata, aí se eu te pego, ai, ai se eu te pego, heim?

  .......

  Que exagero....

  ;)



Comentários
15 Comentários

15 comentários:

Leonel disse...

Aqui até costumam andar, mas qndo é até uns 15min de caminhada

Lembro de um post seu em q vc falou das mães e esposas brasileiras q não faziam lanches ou marmitas e q vc considerava isso meio desamoroso e tal...

Me veio isso a cabeça, pq me parece até cruel fazer uma criança de 6 ou 7 anos andar na chuva por meia hora (ñ to falando em relação a violência, falo mesmo da chuva em si), sendo q há transporte

Mas é aquilo, é uma qstão cultural e nem dá pra dizer o q é certo ou errado
=D

Reginatto disse...

Pois é, minha prima mora em Porto Alegre, no ensino fundamental ela estudava numa escola que fica pertinho da casa dela, e minha tia mandava ela em kombi, porque não tinha ninguem para levá-la (bah, até tinha...), depois ela estudava no Champagnat e ia sozinha.
Quando eu era pequeno minha mãe ou meu pai levava à escola.
Mas depois eu sempre fui sozinho ou com meus irmãos para escola, estudei nas mesmas escolas que ela, mais, eu praticava artes marciais e natação e despois da esocla, e ia sozinho ou com meu irmão. Igualmente Porto Alegre nessa época não era "tão" perigoso como agora, hoje em dia se eu morasse em Porto Alegre novamente e tivesse filhos aí, eu mandaria os filhos em kombi para escola ou levaria de carro.
No Japão há muitos sequestros?
Existe assaltos no Japão?

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário,Reginatto.
Graças a Deus,há muitos poucos sequestros e assaltos no Japão.
;)

Victor Tufani disse...

"Ai, ai, se eu te pego!"

Hahahahaha!

É verdade mesmo, Yuki. Quando eu era criança aqui no Rio de Janeiro, meus colegas que iam a pé para a escola eram aqueles que moravam bem perto. Quem precisava caminhar um pouco mais pegava ônibus ou o pai vinha buscar.

Eu mesmo só comecei a andar sozinho na rua quando tinha 13 anos.

Liziane disse...

Oi Yuki!!!
Quando eu estava na pré-escola, meus irmãos me levavam e buscavam. A escola era perto de casa então íamos a pé. Depois eu passei a ficar em uma creche. A kombi da escola me buscava e me deixava lá. Era a mesma escola desde a pré-escola até o 4º ano do ginásio. A partir do ginásio, eu ia e voltava em grupo ou sozinha da escola.
No colegial, a escola ficava a 30 minutos de ônibus da minha casa. Eu pegava o ônibus todos os dias de manhã na frente da minha casa (tem um ponto, e caminhava uns 10 minutos até a escola.

Geralmente, durante a pré-escola, primário e ginásio os pais matriculam os filhos em escolas próximas de casa. Depois no Colegial é que as escolas geralmente ficam mais longe, precisando ir de ônibus.
Acho que não é assim tão perigoso, elo menos no meu tempo não era.

Anônimo disse...

se o Brasil é tao ruim assim porque tu nao arruma suas malas e se manda pra lá??





adriano

Raphael disse...

Isso é bom, viu.
Conheço muita gente que tem mais de 30 anos e mora c/ a mãe ainda.Se não mora, ainda pensa: "o que meu pai faria no meu lugar?"em situações simples, como comprar comida ou resolver um problema burocrático.
Com certeza a infância dessas pessoas foi muito dependente dos pais e etc.
Tem muita gente que diz que japonês não amadurece, passa a vida c/ hobbies de criança, mas nesse ponto os jovens do Japão são bem mais maduros que os brasileiros.
Eu mesmo demorei muito tempo p/ me virar sozinho.Em nenhuma hipótese eu andaria 30km sozinho, quando tinha menos de 10 anos.Nem em sonho.
Mesmo assim, fui assaltado pelo menos 5 vezes na infância.O lado ruim é que minha geração é feita de gente medrosa...

Anônimo disse...

Não queria ser eu a te dizer...
Mas acho q sua mãe era mto cruel com vc...

Luiza Shaddix disse...

e qual o problema em uma mae puder levar seus filhos a escola de carro?

Anônimo disse...

DESCULPA, MAS BRASIL NAO SE RESUME A SAO PAULO ;)

Maryana Luzardo disse...

Olá, eu leio o seu blog há algum tempo, mas só agora resolvi postar um comentário.

Eu moro em Porto Alegre e como a minha escola (ensino fundamental e médio)ficavam perto da minha casa eu ia andando mesmo. Como alguns falaram, no fundamental a maioria mora perto da escola e ia companhado dos pais ou irmãos um ou outro dos meus colegas ia pra escola de ônibus, quando eu estava na sétima e oitava era mais comum ir embora com os amigos e alguns pegavam ônibus. No ensino médio é que aumentavam as pessoas que iam pra escola de ônibus e eu era uma das poucas que morava perto de onde estudava.

Acho aceitavél que as crianças japonesas andem sozinhas e tenham que se virar por conta própria, as crianças ocidentais são muito mimadas e dependentes. Eu mesma vivi sempre perto da minha mãe, ela dificilmente me deixava ir a algum lugar sem a sua companhia com medo que eu me perdesse ou acontecesse algo ruim, hoje ela reclama que vivo ao seu redor e que não sei fazer algumas tarefas domésticas como cozinhar ou lavar roupa. Tudo isso por causa da superproteção que ela me deu.

Continue com o seu blog, ele é muito interessante. Abraços.

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário,Maryana!
Bem vindo ao Japonês em Porto Alegre.
;)

Gika disse...

Oi Yuki!

Não se preocupe com os comentários maldosos, eles sempre existirão enquanto a internet existir.

Eu sempre fui de carro para a escola até o 3o. ano do ensino médio, quando me mudei para Porto Alegre e tive que pegar ônibus. Exceto na minha 8a. série do ensino fundamental, que foi a única vez que estudei em um colégio perto da minha casa (mesmo assim, meu pai me levava de carro pela manhã e eu voltava a pé de meio dia)

Como eu morava em Caxias do Sul e lá as linhas de ônibus são muito limitadas (só há uma empresa de ônibus, a Visate, que monopoliza o transporte coletivo, por isso não se preocupa em melhorar as linhas), então mesmo que eu quisesse não tinha como eu pegar ônibus. E as escolas em que eu estudava eram muito longe (cerca de 20 minutos de carro, o que é pouco pra Porto Alegre, mas para Caxias é bastante) e a cidade tem muitos morros! Não é plana como Porto Alegre.

Mas eu lembro que eu costumava ver Card Captor Sakura de tarde e querer muito ir para o colégio a pé ou de patins! Eu achava muito mais divertido e sonhava com isso. Infelizmente, mesmo que eu quisesse eu não poderia. :)

Eu gostaria de ter morado no japão para fazer isso! Parece algo bobo, mas para mim era sinônimo de diversão ao ir para a escola.

Beijos!
Gika.

Alberti disse...

Olá Yuki!

Adoro o seu blog e acho que sou fanático por ver o que acontece nas demais culturas mundiais, além do seu acompanho de um brasileiro na Islândia.

Aonde eu moro, em Brasília (a capital =P), é mais do que difícil ir para escola a pé. A cidade foi construida pensando do uso do carro como o futuro, logo quase tudo é muito distânte. Aqui, infelizmente ter um carro é quase que sobrevivência, pois imagina soltar um filho para caminhar de 5 a 10 KM por vias estaduais, BR's e passando por locais que nem uma alma viva tem.

Ótimo Blog =D

Giih disse...

Oi

Bom, quando eu tinha 7 anos eu andava uns 10 min. até o ponto de onibus e pegava o circular comum - demorava uns 40 minutos de onibus até minha escola. Sempre fui sózinha, e nunca aconteceu nada xD e olha que tinha mta gente estranha no onibus -kkk

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics