terça-feira, 4 de outubro de 2011

Porque os brasileiros não levam marmita para trabalho ou escola!?


  Ao caro leitor

  Porque os brasileiros não levam marmita para trabalho ou escola?

  Diferente da escola de ensino fundamental onde oferece almoço, o  colégio em geral não oferece almoço para os alunos.

  Portanto, normalmente as mães fazem marmita para seu filho levar e comê-la no colégio.

  O aluno até pode comprar pães vendidos no colégio. Só que a grande maioria de japonês prefere comer arroz no almoço, pois ele se sente mais satisfeito com arroz além de levar mais tempo até que sentir fome.

  Levar marmita para escola tem duas vantagens.

  1. Conseguir economizar.

       Sim. Com certeza absoluta sairá mais barato do que comprar pão no colégio, o que ajudaria a      diminuir a despesa familiar.

  2. Filho vai se sentir amado pela mãe.

      Fazer marmita para seu filho é uma das maneiras para a mãe demostrar seu amor ao filho. Se caprichar a marmita com amor, o filho se sentirá mais amado.

  Levar marmita para trabalho também tem duas vantagens iguais, em princípio.

  Além de conseguir economizar, o marido se sentirá amado comendo a marmita que sua esposa fez com amor e carinho pensando na saúde do seu companheiro.

  Ou seja, fazer comida era uma das funções da dona de casa e ainda é, apesar de estar surgindo  muitas mulheres que não fazem marmitas, seja pelo seu trabalho como funcionária efetiva numa empresa, seja pela mudança de pensamento a respeito. 

  Vou lhe mostrar alguns exemplos da marmita feita pelas mães....

    Minha mãe nunca fez marmita assim e jamais comeria marmita assim, pois é mais para criança. Só que dá para sentir o carinho da mãe,ne?

  Contudo, eu não vejo este costume nos brasileiros. Pelo menos, eu nunca vi um brasileiro trazendo marmita feita pela sua mãe ou pela sua esposa pessoalmente....

  Será que a esposa brasileira não ama seu marido brasileiro ou a mãe brasileira não ama seu próprio filho????

  Que seja, infelizmente os brasileiros não têm costume de agradar seu companheiro ou seu filho através de comida ( marmita )....

  Por outro lado, como os  japoneses se casam cada vez menos, muitos japoneses solteiros começaram a aprender cozinhar e levar marmitas que eles mesmo fizeram para trabalho.

  Este tipo de homem solteiro chama-se” Bentou Danshi” ( homem marmita, se traduzir ao pé da letra ).

  A recessão que dura quase duas décadas também é outro motivo que fez com que os homens japoneses preparassem suas próprias marmitas....

  Eu já relatei que os homens japoneses estão ficando cada vez mais feminina num post com o título de “Você é homem  herbívoro ou homem carnívoro?”

  Talvez o leitor brasileiro não entende porque o homem precisa fazer marmita justificando que isso é coisa de gay.....

  Eu tenho cozinhado nestes últimos 3, 4 meses e tenho levado "marmita" para meu trabalho, pois o meu salário diminuiu radicalmente por causa da troca de trabalho.

  Contudo, tenho vontade de aprender a fazer comida típica japonesa só com ingredientes que eu posso comprar aqui em Porto Alegre. Sabendo cozinhar várias comidas japonesas, quem sabe abrir um restaurante japonês aqui,ne? 

  ;)



Comentários
23 Comentários

23 comentários:

tngama disse...

Não levar marmita não significa que as mães brasileiras não amam seus filhos ou que as esposas não amam seus maridos. É uma questão cultural.

Por exemplo:

Eu, na faixa de 10, 11 anos, comecei a sentir vontade de comprar meu lanche na escola. Era uma maneira de me sentir mais adulto.

Achava que levar lancheira (marmita dos pequenos) era coisa de neném, filhinho da mamãe e me sentia envergonhado por isso.

Muita gente adulta pensa que levar marmita é coisa de pobre, ou brega.

Ideia que divirjo.

Para mim o hábito da marmita traz economia e saúde, ou seja, apenas benefícios. =)

中島 disse...

Acontece que a mulher brasileira trabalha fora e a mulher japonesa depois que casa vira só dona de casa! A mulher brasileira além de trabalhar fora, chega em casa e cuida da casa, dos filhos, do marido e ainda cuida da alimentação...não sobra tempo pra ficar fazendo marmita pra marido pois os homens brasileiros em sua maioria não ajudam nos afazeres domésticos.
Quando eu trabalhava, eu levava marmita pois eu estava morando com minha mãe então sobrava comida e ela fazia os afazeres domesticos.
As crianças não levam marmita pois não estudam em horário integral, geralmente só tem 15~20 minutos de intervalo e só estuda de manhã ou de tarde. E quando tem horario integral as escolas fornecem a refeição.

Abraço
Diana

Anônimo disse...

Discordo de um certo comentário de que as mulheres japonesas depois que casam,viram donas de casa. Moro no Japão a quase 20 anos e concordo com nosso amigo. Minha esposa e Eu trabalhamos em período integral mais 2 ou 3 horas-extras por dia, e mesmo assim não dispensamos o uso da marmita. É um momento especial vc preparar para seus filhos ou marido uma comidinha caseira com todo o amor e carinho. Até mais.

Anônimo disse...

Eu mesma levo marmita e onde trabalho várias pessoas levam também!Não sei se isso é mais comum em repartição pública, porque em empresa não é muito comum ter microondas para todo mundo .Para os japoneses deve ser mais fácil porque não precisa ter onde esquentar a comida f^_^

Renato Kunz disse...

Na minha cidade, em Vitória Espirito Santo levar marmita é feio, faz você parecer pobre ou "mão de vaca", que não tem dinheiro pra comprar comida, ou que não quer gastar.
A mulher fazer comida sempre para o companheiro perde a magica, o legal é que seja só em alguns momentos.

yukipoa disse...

Obrigado pelos comentários.
Levar marmita é coisa de pobre??
Eu nunca tinha pensado assim.
Para mim,é um ato de demonstrar amor por quem fez ...
Quando muda país, muda conceito completamente...
;(

Tatiana disse...

Como já falaram antes ninguém leva marmita pra escola por dois motivos:
1) a criança só estuda meio período, então ou almoça antes de ir a escola ou depois.
2) as crianças pequenas levam a lancheira com um lanchinho pra hora do recreio então quando estão ficando com 10/11 anos e querem se sentir mais velhas e menos "infantis" passam a comprar o lanche na cantina pois lancheira é pra bebês. rs

Quanto ao trabalho existem muitos motivos pra não levar marmita. Às vezes você chega em casa tão cansado à noite que mal tem saco de fazer um miojo, quanto mais preparar comida pro dia seguinte. É mais prático comer em um restaurante, apesar de mais caro. Fora que além de cozinhar ainda tem que levar a marmita suja pra lavar em casa...

E desculpa, mas como mulher achei machismo sentir que a esposa japonesa "ama" mais o marido fazendo comida pra ele. Enfim, são diferenças culturais que não tem como achar certo ou errado e tal mas eu continuo achando machismo, rs.

Pessoalmente trago marmita pro almoço sempre que possível pra economizar mas que as pessoas muitas vezes olham estranho e te acham mão de vaca isso acham.

mimi disse...

Em repartições públicas como a que eu trabalho e empresas como as de call center que meu marido trabalhou é muito comum levar marmita,ele faz sempre e eu a dele quando posso, já no ambiente universitário é mais difícil de se ver, devido ao tempo e de não poder esquentar a comida, e pelo menos na UFRGS o R.U. é relativamente barato.

Brasileiro só come comida quente no almoço, precisa de microondas ou fogão, o que já dificulta... na prefeitura a gente fez uma vaquinha pra comprar um micro e todo mundo usa pra almoçar, tem uma fila de potinhos com comida todo dia.

Também tem a ver com o meio social em que tu convive, gente de classe média alta pra cima acha pobreza levar comida, já operários como eu e meu marido não vêem nada de mais... ele adora cozinhar e eu adoro comer hheeehehe!! abraço e adoro o blog Yuki!

Mari disse...

Você já deve ter percebido, com certeza, que a cultura brasileira é muito diferente da japonesa. Não podemos julgar a cultura a partir da nossa. Se no Japão é um sinal de carinho e afeto fazer marmita para o filho ou marido, aqui, por conta de as mulheres terem um pensamento e cultura diferente das japonesas, pode não fazer diferença. De novo: não se pode julgar a cultura do outro a partir da sua.

Leonel disse...

Pelo menos no meu caso, e acho q no de várias pessoas, NÃO levar marmita é um ato de amor pra qm faria a marmita.

Tipo, eu saio de casa umas 7 hrs da manhã pra trabalhar e estudar, e ñ sei cozinhar.

Se fosse fazer marmita, minha mãe, q faria qstão de eu levar comida fresca, teria q levantar antes das 6 pra poder preparar tudo.

Seria amor da parte dela, mas e da minha parte??

Fora q, comprar uma quentinha na rua, ou comer no bandejão da facul é muito mais prático e economico. Além de q, muitas empresas dão vale-refeição, o q é mais um motivo

=D

Lica disse...

Não é verdade que as mães não fazem marmita pras crianças =(

Quando eu era criança levava meu lanchinho todo dia. Eu tinha até uma toalha bordada pela minha mãe com desenhinhos e meu nome =)
Mas isso era no pré, depois disso eu comecei a comprar a comida no bar do colégio mesmo, afinal, era só um lanche.
Mas certamente, se eu tivesse que almoçar no colégio todo dia isso seria caro.
Eu só não consigo entender como os japoneses conseguem comer a comida fria...

E achar que as esposas tem que fazer a marmitas dos maridos é machismo. Se é um sinal de amor, as esposas deveriam fazer as marmitas pros maridos e os maridos a marmita pra esposas. Oras.

miriannosekai disse...

Concordo inteiramente com a Lica: se fazer a marmita é sinal de amor, por que os maridos não fazem a marmita das esposas? Eu respondo: porque os homens japoneses são MACHISTAS e não aceitariam isso.

E repetindo o que foi dito pela maioria: as marmitas das crianças aqui no Brasil se chama "Lancheira", e as mães sempre arrumam as lancheiras dos filhos pequenos. Mas por que a mãe brasileira prepara a lanche das crianças? Imagine uma criança pequena tentando arrumar sua lancheira sozinha... Já imaginou? Seria uma bagunça, né!?

Yukipoa-sensei, não sei lhe informar sobre escolas particulares, mas nas escolas publicas a merenda (lanche, almoço) é dado pela própria escola, pois ela é obrigada, por lei, a fornecer merenda escolar. Já as empresas são obrigadas por lei a pagar a refeição dos seus funcionários, descontando 20% deste valor no salário. Por isso não é preciso levar marmita para o trabalho, a não ser que a pessoa queira usar os creditos do almoço para outros fins, e com isso aderem a marmita.

E repetindo a indagação da leitora Lica: "Eu só não consigo entender como os japoneses conseguem comer a comida fria..."

Abraços.

PS: Yukipoa-sensei, sempre digo isso e vou dizer outra vez: seu blog é fantástico. Abraços. (*^_^*)

Anônimo disse...

Meu...marmita ou quemtinha é bacanim.Eu trabaio numa comstrusao pertin de caza,sou mestri de obra e levo todo dia. Levo arroiz,fejao,ovo fritu,farofa,carne é uma belesa.as veiz eu vareio o cardapiu. Guardo todos os meus vali e troco no mercadiho do seu Kamura.

Ramon disse...

Muito legais as montagens da comida

Haruka disse...

Fiquei com uma dúvida: Você disse que costuma levar marmita sempre. No Japão isso é fácil pois são comidas que se consome frias, mas e no caso do Brasil, que tipo de comida você leva para que possa consumir fria?
Penso que não temos muitas comidas para comer frio, só com microondas. Acho que sanduiches e coisas do tipo talvez não alimentem tão bem, não é?

yukipoa disse...

Obrigado pelo comentário,Haruka!
Pois é. No Brasil, não há uma comida adequada para comer fria,ne?
Na verdade, os japonese não se importam muito se comida é fria ou não.
O que é mais impotante é a qualidade de alimentação, eu acho.
;)

Ed-kun disse...

Não é muito comum entre outros professores (pelo menos onde trabalho) trazerem a marmita de casa. Poxa marmita economiza um bom dinheiro e a comida é muito melhor.

Veh Luize disse...

Hai!

Meu Deus, to viciada no blog. O costume da marmita é valido pra todos do japao? (incluindo alguem q se mudou pra lá?)
Se abrir um restaurante de comida japonesa em POA eu serei freguesa! :D
O Saque(naum lembro onde vai o acento), é uma bebida alcoolica, ou nao? Ja soube q é consumido por crianças...

Nana disse...

Bem, aqui no Brasil realmente não é muito comum levar marmita exatamente por esse tipo de pensamento "é coisa de pobre, é coisa de criança". Mas eu adorava levar lanche pra escola quando era pequena, mas minha própria mãe parou de fazer e começou a me dar dinheiro pra comprar.
Outra coisa é levar pro trabalho. Conheço muita gente (inclusive a minha santa mãezinha) que leva por trabalhar muito e não ter tempo de sair para comer. Ela trabalha em turno integral, 12hr por dia. Das 8 às 8, as vezes fazendo hora extra. Ela chega em casa exausta, então as vezes eu me vejo fazendo comida pra ela levar. É uma forma de mostrar o quanto me importo com ela apesar de ela não estar muito presente atualmente =)

押田 ~龙 disse...

Na verdade o costume do bentou no Brasil se ficar curioso da uma pesquisada、 vem do interior onde na época ainda de imigração trabalhadores saiam cedo p plantar e voltavam tarde levavam marmita hj em dia tem vários conceitos de estado para estado de família para família (como o cara q afirmou que p ele e ser pobre) não esquecendo que Brasil e uma mistura de varias culturas, cada um devido a influencia de seus familiares e a solução que encontravam p isso e tudo mais adere ou não a marmita.
Eu por ex levava、 minha mãe preparava bentou e eu falava que estava bom e ela falava * tem amor ai!* hehe Depois de grande eu mesmo preparava p ir trabalhar e muitas vezes preparava p ela pq tmbm trabalhava fora. Hj preparo para meu esposo tmbm. E aqui no Japão tem revistas p fazer design de bentou hehe tem um que acho vc iria rir se ja não viu vc falou que não comeria aquele enfeitado por ser de criança、 mas aqui tem para adulto tem um que chamam de oppaibentou hehehe que as mulheres fazem p os maridos ja da p imaginar ne procura no google oppai bentou XD

Anônimo disse...

Acho que está é faltando amor desses esposos que querem todo dia que a esposa, que trabalhe o dia todo fora, ainda vá fazer sozinha o bentou da família inteira. Se é para representar um ato de amor, então todos devem fazer juntos,principalmente porque seria um momento em família. Será que não seria um encargo muito grande para a mulher fazer tudo sozinha,todos os dias?E porque o marido não reveza, um dia ela faz para ele,no outro dia,ele faz para ela. Aí sim,seria justo, seria amor.

Vanessa disse...

Hum, antes quando eu era pequena, eu tinha muita vergonha de levar comida de casa. Aqui no Brasil, quem leva marmita é tido como pobre ou então filhinho de mamãe. E acaba sendo alvo de piadas por isso. No entanto, depois que fiquei mais velha e comecei a trabalhar aos 21 anos em um lugar que não havia restaurante, na época, eu pedi a minha mãe que cozinhasse alguma coisa para mim levar sempre. Hoje ela é falecida, mas quando me lembro das vezes que abria o pote e via a comida dela, como me sentia aquecida no coração! Eu gostaria muito de, se um dia vier a ter filhos, poder fazer isso por ele, mas não sei se ele iria querer ou valorizar isso como eu valorizei...!

Anônimo disse...

Estou adorando o blog,moro no Japão e estou aprendendo muito com vc ..,coisas q eu já tinha reparado e confirmo lendo tudo aqui.
E sabe uma coisa q me deixa muito chateada é alguns comentários do meu povo brasileiro, tão grosseiros, q vergonha gente.Bom mas o assunto aqui é a marmita!
qdo cheguei no Japão tbm tinha o pensamento q marmita é coisa de pobre, juro q fiquei chocada em ter q levar comida de casa em uma vasilhinha era o fim dos tempos rs rs.
Hoje eu vejo tudo com outros olhos,acho até muito chik levar comida de casa para o tabalho ou até mesmo para a escola,faculdade sei lá...pq eu levo o quero comer e posso escolher entre frutas e verduras variadas.
O Brasil tem uma riqueza tão variada de frutas e verduras gente, aproveitem isso!!! e tenham uma vida mais saudavél....nw é vergonha nenhuma levar comida de casa viu,é até mesmo um habito de responsabilidade com o q vc come ..em saber como foi feita ,por quem foi feita....muito chik isso sim.
outra cosia q nw pude deixar de observar é como os meus conterranios entenderam a parte em q o amigo japones falou sobre o amor das esposas com filhos e marido...vamos lá, vamos tentar
nos entender....ele quiz dizer que a esposa q faz a comida do filho ou do marido se preocupa com eles,se vão sentir fome.., se estão se alimentando direito enquanto estão fora de casa.
Em momento algum ele quiz dizer q as esposas e mães brasileiras nao amam seus maridos e filhos, ele so nw soube se expressar direito...o que é bem facil de entender sabendo q é um japones q aprende portugues todos os dias e nw um nativo.
Outra coisa q eu acho q tá errada no Brasil é as empresas ,comercio ow seja lá onde for q tem trabalhador, independente do cargo e da empresa, nw tem um lugar para seus funcionários comer,esquentar sua comida e tal...vamos valorizar mais os funcionarios né...deixa a opção dele funcionarios se quer levar a comida de casa ow comer no restaurante com o ticket refeição...
Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics